Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Quinhentos anos da atribuição dos Forais Novos às Terras de Lanhoso

Comemoracoes 3A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso apresentou aos jornalistas o Congresso “Forais Novos Manuelinos – História e Futuro do Município e do Municipalismo Português”, a Feira Quinhentista e o espetáculo “1514”, iniciativas que decorrem em maio, no âmbito das comemorações dos 500 anos da atribuição dos Forais Novos às Terras de Lanhoso.

 

“Este ano é especial pois comemoramos 500 anos do Foral e 40 anos do 25 de Abril e isto também faz parte da história. Espero que os Povoenses se sintam orgulhosos deste trabalho que tem sido desenvolvido não só pela Câmara Municipal, mas por todas as pessoas ligadas a estas iniciativas e que tudo corra bem”, referiu, na oportunidade, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, vincando: “Mais do que este trabalho que estamos a fazer, aquilo que nos orgulha a todos é sermos Povoenses”. Para o autarca, o sucesso destas propostas, sobretudo das que se realizam ao ar livre, também depende do estado do tempo. Manuel Baptista esteve acompanhado do Vereador para a Cultura, Armando Fernandes, que abriu a sessão e fez o enquadramento das iniciativas previstas para o próximo mês de maio, e da Vice-presidente, a Vereadora Gabriela Fonseca.

 

O Congresso “Forais Novos Manuelinos – História e Futuro do Município e do Municipalismo Português” realiza-se de 15 a 17 de maio, no Theatro Club. O programa engloba o nome de académicos de referência de áreas como a História e o Direito, mas também de oradores convidados ligados ao poder político, como António Manuel Espanha, professor catedrático da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa, ou António Leitão Amaro, Secretário de Estado da Administração Local. “Estamos em condições de fazer uma iniciativa que vai ter impacto a nível nacional, que é esse também o nosso objetivo, é dizermos a Portugal que todos são momentos bons para pensar nas nossas instituições e para perspetivar o nosso futuro”, referiu, de entre outras considerações o Presidente da Comissão Científica, professor doutor Viriato Capela. Um dos elementos da Comissão Executiva deste Congresso, Paulo Freitas, técnico da Câmara Municipal apresentou com detalhe todo o programa que está confirmado e ainda a Comissão Executiva, a Comissão Científica e a Comissão de Honra.

 

De 15 a 18 de maio, realiza-se a Feira Quinhentista, numa parceria com a Associação de Artesãos da Região Minho. Feira esta assente na recriação histórica, vai proporcionar atrações diversas e de grande qualidade, como o desfile histórico e a cerimónia da leitura da Carta Foral, julgamento de hereges e queima de bruxas, um casamento bem como jogos tradicionais para os mais pequenos. A Praça Eng. Armando Rodrigues, na Vila Povoense, será o centro desta e de outra animação. A técnica municipal, Mariana Pereira, apresentou estes e outros pormenores.

 

No dia 16 de maio, estreia a peça “1514”, uma comédia quinhentista e que tem a particularidade de envolver funcionários da Autarquia Povoense ao nível da produção e da representação. Esta peça será apresentada junto ao edifício dos Paços do Concelho, pelas 22h00. A diretora artística do Theatro Club, Maíra Ribeiro, que escreveu e encena a peça, também deu a conhecer estas e outras informações.

 

A apresentação destes eventos, que preenchem o mês de maio no que se refere às comemorações dos 500 anos dos Forais Novos, decorreu ao final da manhã desta terça-feira, no Theatro Club. As referidas celebrações decorrem durante todo o ano de 2014, tendo iniciado em janeiro passado.

 

Consultar aqui o programa do Congresso “Forais Novos Manuelinos – História e Futuro do Município e do Municipalismo Português”

Ficha de inscrição no Congresso “Forais Novos Manuelinos – História e Futuro do Município e do Municipalismo Português”

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *