Sociedade

Dia Mundial da Poesia com serão de poemas e música em Mangualde

HÁ PALAVRAS QUE NOS BEIJAM (1)Na passada sexta-feira, 21 de março, Mangualde celebrou o Dia Mundial da Poesia com um serão de poemas e música intitulado ‘Há palavras que nos beijam’. A iniciativa decorreu na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre e contou uma centena de espetadores.

Num ambiente informal ouviram-se poemas cantados, de Ary dos Santos, David Mourão Ferreira, Alexandre O`Nell, Florbela Espanca e Vinícius de Moraes, pelas vozes de Inês Coelho e Cesário Costa, acompanhadas pelos músicos, Cesário Costa, João e Francisco. Ao piano esteve Marina Pereira que acompanhou todos os poemas que foram lidos pelas pessoas presentes. Foram ainda declamados os poemas preparados pelo grupo de alunos do Curso Profissional de Artes e Espectáculo, da Escola Secundária Felismina Alcântara de Mangualde, orientados pela professora Maria Aguiar que nos trouxeram António Gedeão (Poema do Homem Novo e Fala do Homem Nascido), António Nobre (Quando chegar a hora e Lusitânia no Bairro Latino), Almada Negreiros (Luís, o peta, salva a nado o poema) e Afonso Lopes Vieira (Saudades trágico – marítimas). Para apelar à participação de todos foram ainda lidos outros poemas pelos espetadores presentes que aderiram ao Karaoke de Poesia preparado pela equipa da Biblioteca.

Num ambiente descontraído, com decoração alusiva à temática, e muitos livros sobre as mesas a Biblioteca Municipal ofereceu ao público, uma noite em que homenageou a poesia, os poetas e a língua portuguesa, fazendo mais uma vez a promoção do livro e da leitura. Para além da colaboração dos intervenientes, esta noite contou com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do projeto do Clube de Leitura da Biblioteca Municipal, do Solar do Vinho do Dão e do Continente através da oferta de Vinho do Dão e Vinho do Porto respetivamente, e ainda, da Pastelaria Princesa do Castelo e colaboradores da Biblioteca Municipal através da oferta de bolos.

O Dia Mundial da Poesia foi criado pela UNESCO a 16 de Novembro de 1999 e comemora-se a 21 de Março. Neste dia celebra-se a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, criatividade e inovação, numa reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa. A poesia contribui para a diversidade criativa, usando as palavras e os nossos modos de perceção e de compreensão do mundo. Na Biblioteca Municipal este dia é destacado com iniciativas que promovam o universo poético e os poetas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo