Educação, Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso comemorou Dia Mundial da Floresta com as escolas

Sementeiras 1No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Floresta (21 de março), o Município da Póvoa de Lanhoso promoveu a realização de sementeiras junto da comunidade escolar, dando seguimento ao projeto municipal “Banco de Árvores”. Ao todo foram semeadas cerca de 800 árvores autóctones.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, e o Vereador da Proteção Civil, Armando Fernandes, acompanharam e participaram na realização destas sementeiras com as crianças, nomeadamente no dia 21 de março, junto do Centro Educativo do Cávado e do Centro Educativo António Lopes.

Aquela responsável explicou os objetivos desta iniciativa: “Em primeiro lugar, sensibilizar para a proteção da floresta, porque praticamente todos os materiais que eles utilizam no seu dia-a-dia na escola provêm da floresta; em segundo lugar, dar a conhecer também algumas espécies que são autóctones da nossa região, espécies que estão em vias de extinção, como o azevinho; e, por fim, ensinar como é que se semeia e se dá origem a uma nova árvore”.

A Câmara Municipal pretende chegar com esta ação a todo o concelho. “Queremos chegar a todas as crianças do primeiro ciclo e do ensino pré-escolar, num universo de mais de mil crianças. É cada vez mais importante a sensibilização nestas idades, porque nós sabemos que os fogos têm destruído imenso a floresta e é necessário depois repor essas árvores. Quando as sementes já tiverem terminado, as árvores serão transplantadas para outros locais no nosso concelho”, salientou aquela responsável. “Nesta fase de comemoração do Dia Mundial da Floresta e Dia da Árvore, prevemos semear cerca de 800 árvores, que se vão juntar a uma série delas que já temos no Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos e que depois, mais tarde, serão transplantadas”.

Com esta proposta, as crianças, do pré-escolar da do primeiro ciclo de ensino dos Centros Escolares e da EB1/JI da Póvoa de Lanhoso foram sensibilizadas para a importância da floresta e das árvores para o nosso dia-a-dia assim como para questões ligadas à proteção civil e participaram com entusiamo. Elas envolveram-se na colocação terra nas embalagens de leite usadas e lavadas ou nas garrafas de plástico que levaram, na deposição das sementes e na sua cobertura posterior.

As técnicas municipais dos serviços do Gabinete Técnico Florestal e do Centro de Interpretação do Carvalho de Calvos deslocaram-se até aos referidos estabelecimentos de ensino, nos dias 21 e 24 de março, dinamizando junto dos mais jovens a realização de sementeiras, que irão ser transferidas e cuidadas nos Viveiros Municipais.

Estas sementeiras darão origem a árvores para futuras plantações realizadas pelo Município nos diversos locais do nosso concelho. Foram semeadas espécies como o sobreiro, o pilriteiro e o medronho, por exemplo.

No dia 24 de março, esta atividade realizou-se na EB1/JI da Póvoa de Lanhoso e no Centro Educativo D. Elvira Câmara Lopes.

A Matilde, de 5 anos, gostou de participar e disse que se estava a divertir. Já a colega de sala Lara, com a mesma idade, semeou um sobreiro e concordou que é importante proteger as árvores. “Aprendi que é bom semearmos uma árvore para termos mais oxigénio”.

O “Banco de Árvores” visa sensibilizar os mais novos para a importância da nossa floresta através da sementeira de espécies autóctones, dando continuidade à estratégia de promoção de atitudes e comportamentos ambientais de defesa da floresta contra incêndios. É crucial para a preservação da nossa floresta despertar a consciência cívica nas crianças, promovendo o valor da floresta como “bem comum”.

Este projeto teve início no dia 23 de novembro de 2013 aquando das comemorações do Dia da Floresta Autóctone, em que participaram os Clubes da Floresta concelhios. Numa próxima fase, serão convidados a participar neste projeto os restantes estabelecimentos escolares concelhios.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *