Economia, Sociedade, Tomar

Aprovado protocolo de cooperação entre Município de Tomar e IPT

Foi aprovado em reunião de Câmara um protocolo de cooperação entre o Município de Tomar e o Instituto Politécnico de Tomar (IPT) que visa promover o desenvolvimento do concelho através da inovação, da empregabilidade, da valorização dos factores de atracção do território, bem como da valorização da arte, da cultura e do património. O objectivo é que as duas instituições articulem sustentadamente os meios técnicos, materiais e humanos de que dispõem para alcançar os fins a que se propõem.

Para isso, o protocolo prevê um conjunto de acções entre as quais se destacam as seguintes:

A implementação, no âmbito da medida estratégica TMR2020, de um Centro de Inovação e Valorização do Conhecimento, a instalar em edifício contíguo ao Campus do IPT, que permita atrair empresas de cariz tecnológico, dar corpo a ideias ou projectos, e iniciar actividades económicas cujo enquadramento contribua para a viabilidade de sucesso dos empreendedores de ideias e negócios que nele se instalem.

A implementação de uma medida estratégica visando o apoio e o desenvolvimento de indústrias criativas e projectos de valorização do património, a instalação de empresas criativas, a valorização do património imóvel sem ocupação e o desenvolvimento de eventos de cariz técnico-científico e cultural.

A implementação de um laboratório vocacionado para a investigação aplicada e desenvolvimento de estudos e projectos de regeneração e reabilitação urbana, enquadrados na estratégia de regeneração e reabilitação urbana do concelho de Tomar.

A implementação de um laboratório de turismo, vocacionado para a investigação aplicada e desenvolvimento de estudos e projectos visando a afirmação e desenvolvimento de produtos turístico-culturais da região de Tomar, e o incremento do empreendedorismo naquela área.

A implementação de mecanismos de cooperação visando a colaboração do IPT nas áreas da arqueologia e da conservação e restauro, no projecto de instalação do Museu da Levada;

O apoio do Município de Tomar e do IPT à população estudantil daquele instituto, que poderá consistir na concessão de apoios financeiros às suas associações de estudantes, com vista a assegurar uma permanente interacção e identificação dos estudantes com a cidade e com os seus habitantes.

O apoio do Município de Tomar às actividades desportivas da comunidade académica do IPT, promovidas e apoiadas pelos seus Serviços de Acção Social, mediante a eventual cedência da utilização de instalações e equipamento desportivos municipais em períodos compatíveis com a sua natureza e com os fins que se propõem alcançar.

Com vista a dar execução aos objectivos deste protocolo, o Município de Tomar e o Politécnico irão constituir uma Comissão de Coordenação constituída por quatro individualidades, duas delas designadas pela Câmara Municipal e as outras duas pelo Presidente do IPT, à qual competirá propor a criação e o modo de desenvolvimento das acções previstas; coordenar e promover a dinamização das mesmas; propor, se necessário, medidas correctivas do seu desenvolvimento; bem como a criação e implementação de novas acções.

Este protocolo vigorará por cinco anos e só poderá ser feito cessar após acordo formal sobre as responsabilidades e consequências legais dos compromissos assumidos na vigência do mesmo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *