Seia, Sociedade, Turismo

Rotundas de Seia transformadas em pasto para ovelhas

Quem visitar Seia nos fins de semana de 22 e 23 de fevereiro e 1 e 2 de março (das 10h às 14:30h), para além de ter oportunidade de comer bom queijo, verá as rotundas na entrada da cidade transformadas em verdadeiros pastos, com ovelhas bordaleiras, pastores e cães serra da Estrela.

 

A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Seia e procura sensibilizar os consumidores e as entidades sobre a verdadeira essência do queijo, e que está, na proveniência do leite da ovelha bordaleira, espécie  autóctone da serra da Estrela, de onde se produz o Queijo Serra da Estrela.

Esta ação enquadra-se na comunicação da Feira do Queijo, enquanto estratégia para apoiar todos os que querem fazer da pastorícia uma profissão, aproveitando a Festa do Queijo para homenagear aqueles que contribuem para que daqui saia um dos melhores queijos, os pastores.

 

A Feira do Queijo de Seia vai ter lugar no fim de semana do Carnaval, dias 1 e 2 de março, no Mercado Municipal de Seia e espaço envolvente. Integrada num conjunto de objetivos cuja implementação se considera estratégica para o desenvolvimento do concelho, a Feira do Queijo constitui um acontecimento determinante na criação de uma base de sustentabilidade para a economia local, assente num dos pilares económicos do concelho: as produções tradicionais.

A Feira do Queijo congrega, assim, todo este setor numa grande mostra, detentora de forte expressividade no concelho, convidando todos os produtores de queijo (pastores, queijarias tradicionais, queijo DOP e fábricas) a comparecer na festa dedicada à ampla promoção do Queijo. A este produto endógeno aliam-se outros produtos regionais de reconhecido valor, como o pão, o vinho do Dão, os enchidos e o mel, bem como o artesanato, produtos da terra, lã Serra da Estrela, ovinos e o cão Serra da Estrela.

Num ambiente de festa popular protagonizada pelo folclore e bandas filarmónicas concelhias, aos quais se juntará a animação dos grupos convidados, o programa contempla ainda recriações etnográficas, concurso de doces, desfile de carnaval, workshops, cozinha ao vivo, tasquinhas, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *