Cultura, Reguengos de Monsaraz

Sociedade Portuguesa de Autores reuniu em Reguengos de Monsaraz e evidenciou a casa do Professor António Gião

Reunião (2)A Sociedade Portuguesa de Autores realizou na Casa António Gião, em Reguengos de Monsaraz, a reunião anual da sua Delegação Regional de Setúbal e Évora, que integra os representantes concelhios destes dois distritos, mas também dos de Beja e de Portalegre. Nesta reunião, que decorreu no dia 11 de janeiro, foi analisado o trabalho desenvolvido e definiram-se estratégias que visam uma melhor informação e divulgação do direito de autor e da cooperativa.

 

Através deste encontro, a Sociedade Portuguesa de Autores pretendeu evidenciar a casa do Professor António Gião, palacete que lhe foi doado em 11 de março de 1981 pela viúva deste ilustre reguenguense, D. Sophie Spira Gião. A doação foi feita com a intenção de “…honrar e perpetuar a sua memória…” e para que a casa ficasse “…à disposição de escritores, cientistas e artistas…” como “…um centro de convívio, de trabalho e de realizações culturais e científicas…”.

 

A casa conserva no interior todo o seu riquíssimo espólio em mobiliário e peças de decoração, obras de arte, uma biblioteca vocacionada para a área científica, especificamente sobre Meteorologia e Geofísica, e escritos inéditos sobre os temas. Para honrar e perpetuar a memória de António Gião, a Sociedade Portuguesa de Autores está a proceder a obras de restauro e de reabilitação do palacete e pretende dinamizar a casa e o jardim com diversas iniciativas.

 

António Gião (19-07-1906/03-06-1969) nasceu em Reguengos de Monsaraz, foi meteorologista e engenheiro físico e trabalhou nas universidades de Bergen (Noruega), Dublin (Irlanda), Florença e Génova (Itália), no Instituto Meteorológico Real da Bélgica e no Ofício Nacional Meteorológico de Paris. Publicou trabalhos de investigação em vários jornais científicos europeus e enquanto trabalhou em Itália fez conferências e levou a cabo importantes investigações e estudos de física matemática que o colocaram entre os mais notáveis cientistas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *