Palmela, Turismo

“Conversa à Volta da Fogaça” sublinhou importânci​a da gastronomi​a na identidade local em Palmela

Conversa FogaçasA Confraria Gastronómica de Palmela dinamizou, em parceria com a Câmara Municipal de Palmela, no passado sábado, dia 18 de janeiro, uma Conversa à Volta da Fogaça, na Biblioteca Municipal de Palmela, no seguimento do programa que, ao longo de uma semana, contribuiu para a divulgação deste biscoito típico e deu início ao ciclo 2014 de promoção dos nossos produtos locais de qualidade. Este encontro contou com um conjunto de convidados, de diversas áreas e em representação de instituições locais, para desvendar histórias e tradições e perspetivar novas formas de divulgação da doçaria tradicional.

O visionamento do documentário “Fogaças de Palmela”, realizado em 2013 por Filipe Gomes e apresentado nas Curtas Sadinas (categoria Documentário Regional), abriu a iniciativa, que continuou com as intervenções do painel de convidados e seguiu com um momento de debate. Uma prova de Fogaça de Palmela e Moscatel de Setúbal encerrou o encontro da melhor maneira.

Para o Vereador Luís Miguel Calha, responsável pelos pelouros do Turismo e da Cultura, a Fogaça de Palmela «simboliza o que de mais nobre e genuíno carateriza as gentes da nossa terra: o apego às tradições, o espírito solidário e uma identidade muito forte, que fazem de Palmela um concelho de uma riqueza cultural ímpar». Sobre o trabalho em curso, no âmbito da promoção da gastronomia local, enquanto produto turístico, o Vereador considera que «a Fogaça é uma das pérolas da nossa gastronomia» e revela que «este ano, terá um destaque muito especial no calendário de iniciativas que vamos desenvolver, em parceria com a Confraria Gastronómica de Palmela». Depois de janeiro, pela sua ligação às comemorações do Dia de Santo Amaro, a Fogaça de Palmela voltará a estar em destaque no mês de maio.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *