Educação, S. João da Madeira

Alunos de S. João da Madeira semearam bolotas de sobreiro

Da Semente à Árvore - 22 de nov 2013A EB1 dos Ribeiros e a EB2,3 de S. João da Madeira já começaram a iniciativa piloto “Da Semente à Árvore”, que nasce no contexto do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto (AMP).

 

No dia 22 de novembro, essas escolas receberam a visita da equipa do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da AMP (CRE.Porto), assim como de Luís Corte-Real (representante do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas), Nuno Gomes Lopes (voluntário do FUTURO) e Vera Neves (técnica da Câmara Municipal de S. João da Madeira).

 

O dia nessas escolas foi preenchido com uma conversa sobre a floresta nativa e terminou com uma sementeira de bolota de sobreiro. “As crianças tinham muitas perguntas e dedicaram-se de corpo e alma à sementeira”, informa a CRE.Porto, adiantando que, em fevereiro de 2014, voltará a estas duas escolas sanjoanenses para uma “sessão sobre como fazer um mapa das árvores nativas que serão plantadas brevemente”.

 

O objetivo desta iniciativa é que as crianças, jovens e famílias de S. João da Madeira sintam as árvores e a sua importância e que se comprometam a plantar e a cuidar de pelo menos uma árvore. O projeto “Da Semente à Árvore” permite, de um modo simples e experimental, colocar os sanjoanenses a acompanhar o ciclo de vida da árvore, passando pela recolha da semente, plantação e acompanhamento da mesma ao longo do tempo.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *