Lamego, Sociedade

“Palavra Chave” leva voluntariado à prisão de Lamego

Filipe_Lopes“Palavra Chave” é o projeto que vai trazer a Lamego uma ação de formação que pretende encontrar voluntários que possam desenvolver projetos de intervenção no estabelecimento prisional local,  mostrando como usar os livros e a leitura para apoiar o processo de reintegração social dos reclusos. A Biblioteca Municipal de Lamego, em parceria com a Direção-Geral da Reinserção e dos Serviços Prisionais, promove esta iniciativa dirigida aos voluntários, conduzida pela psicóloga Carla Xavier, no próximo dia 11 de outubro, entre as 17h30 e 20 horas, e no dia seguinte, entre as 10 horas e 12h30.

Apesar do crescente número de voluntários que dão o seu contributo nas prisões, continua a ser notória as diferenças existentes no país, visto que as regiões do Interior contam com um número mais reduzido deste tipo de contributos face aos grandes centros urbanos. Concebido e dinamizado por Filipe Lopes, “Palavra Chave” pretende encontrar quem tenha disponibilidade e interesse em desenvolver estas ações em cinco cidades: Lamego, Bragança, Elvas, Grândola e Ponta Delgada.

A decorrer até março do próximo ano, foi uma das iniciativas vencedoras do programa EDP Solidária 2013, que pretende sensibilizar cerca de 120 reclusos para a importância do livro e da leitura. Poderá, no entanto, superar os 350 presos com a realização de outras atividades decorrentes dos projetos que serão apresentados na formação.

Os interessados em participar na “Palavra Chave” podem consultar mais informações na página cm-lamego.com ou solicitar eventuais esclarecimentos através do email biblioteca@cm-lamego.pt.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *