Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Esperança inaugurou Capela Mortuária e Centro Social na Póvoa de Lanhoso

Inauguracao Esperança 2O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, e o Presidente da Junta de Freguesia de Esperança, Alberto Pereira, inauguraram a Capela Mortuária e Centro Paroquial com o descerrar de uma placa na tarde de sábado, 7 de Setembro.

 

“Povo de Esperança, vocês podem orgulhar-se desta grande obra, que está perante nós”, salientou, na sua intervenção o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista. Admitindo não ser das realizações que mais gosta de inaugurar, o autarca Povoense também salientou que é importante proporcionar comodidade às famílias e que “o esforço de todos está bem aplicado”. De entre outras considerações, o autarca ainda reconheceu publicamente, a propósito das palavras anteriores do Presidente da Junta, o valor da colaboração de Domingos Fonseca para a concretização da obra inaugurada em Esperança e de outras já na freguesia de Vilela.

 

O Presidente da Junta de Freguesia, Alberto Pereira, referiu, de entre outros aspetos, que a Capela Mortuária/Centro Paroquial “era uma obra há muito ansiada, uma necessidade premente”. Depois de explicar todas as diligências para a concretização da obra, considerou que a mesma é de todos e para todos: “Temos hoje um edifício polivalente, que possui não só Capela Mortuária, como sala da Fábrica da Igreja e fundos destinados a Salão Paroquial, que será utilizado conforme protocolo estabelecido entre as partes, sendo que a alínea que acho de maior relevância é que a Capela Mortuária será para uso de todos independentemente da sua cor, religião ou crença”.

 

Na sua intervenção, o autarca fez diversos agradecimentos. “À Câmara Municipal, na pessoa do seu Presidente, pela total colaboração financeira, logística, e técnica. Muito obrigado, Senhor Presidente. Sem si, isto não seria possível”, considerou. Na mesma oportunidade, foi oferecida Domingos Fonseca uma lembrança, símbolo de gratidão pelo papel fundamental que desempenhou em toda a construção.

 

Por deliberação da Junta de Freguesia, o custo da utilização da Capela Mortuária será de aproximadamente três por cento do salário mínimo nacional, revertendo para a sua manutenção.

 

A inauguração foi antecedida pela celebração de eucaristia. No final, o espaço foi benzido pelo pároco, Padre António Leitão. Inúmeros populares acorreram até ao local, numa tarde quente, mas de concretização de um anseio antigo da população de Esperança.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *