Celorico de Basto, Desporto

Celorico a Mexer voltou à atividade depois de um mês de férias

_DSC8718O programa Celorico a Mexer, em Celorico de Basto, voltou à  atividade depois de um mês de interregno para que os idosos pudessem  usufruir convenientemente da companhia de familiares e amigos que se  encontravam de férias.

A iniciativa, que promove  atividades físicas e lúdicas com a orientação de técnicos credenciados,  voltou esta semana, para o terreno, em espaços próprios nas freguesias  do concelho, para mais um ano de atividade.

Desta feita, iniciaram  com atividades como jogos de estimulação cognitiva, atividades voltadas  para o artesanato, desportivas, e continuação da preparação de atividades  de apresentação pública como Via Sacra, Marchas Populares, Carnaval,  entre outras.

Segundo o presidente  da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, os  Idosos são uma população a proteger e a cuidar. “Queremos continuar  a proteger e a cuidar dos nossos idosos por isso, no decorrer deste  ano de atividades do Celorico a Mexer, vamos introduzir uma inovação  ao acrescentar atividades com música e teatro uma vez que, os nossos  seniores já nos têm vindo a demonstrar as suas aptidões e capacidades  nestas áreas lúdico-recreativas e culturais. O nosso objetivo é ir  de encontro às necessidades de cada um”.

A coordenadora da Câmara  Amiga, Helena Martinho, salientou a importância destas atividades na  inclusão dos idosos e pessoas portadoras de deficiências na comunidade.  “Trabalhamos diariamente para desenvolver atividades apelativas e  que vão de encontro as capacidades e desejos dos utentes. Queremos  que continuem a usufruir deste programa, no terreno há 4 anos, da melhor  forma e que se sintam motivados para participar nas atividades e sobretudo,  que notem, de dia para dia, a sensação de bem-estar que estas atividades  proporcionam.”

Neste momento o programa  Celorico a Mexer está a desenvolver as atividades nas 22 freguesias  do concelho para mais de 400 utentes.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *