Amadora, Cultura, Sociedade

Câmara da Amadora volta a inovar lançando o projeto dos patrulheiros nas hortas

A Câmara Municipal da Amadora apresentou hoje publicamente um novo projeto inovador no país: os patrulheiros das hortas.

Depois de no ano letivo de 1998/1999 ter sido pioneira ao lançar o projeto de segurança “Patrulheiros nas Escolas” e uns anos depois os “Patrulheiros dos Jardins”, a autarquia marca o ritmo ao criar um novo segmento deste projeto.

No próximo mês de outubro começarão a prestar atividade os patrulheiros das hortas, uma iniciativa que decorre da necessidade de, face à criação por parte da Câmara Municipal de hortas urbanas no concelho, haver quem vigie as mesmas durante o período diurno, de forma a garantir o cumprimento do respetivo regulamento e a evitar a degradação e a ocorrência de furtos no local.

Estes novos patrulheiros terão a missão de, entre outras tarefas, garantir que não são feitas fogueiras nas hortas, assegurar a correta utilização do poço, sinalizar situações de abandono de talhões ou de uso indevido dos mesmos, e alertar as autoridades para desordens ou furtos.

Esta iniciativa vai arrancar no espaço criado pela autarquia entre a Quinta da Lage e o Casal do Silva, na Falagueira. Esta horta, com cerca de 80 talhões com 100 metros quadrados cada, será um espaço totalmente limpo, parcelado, com caminhos e um espaço para guardar as ferramentas.

A apresentação deste projeto foi feita no mesmo dia em que a Câmara Municipal da Amadora deu as boas vindas a 52 novos patrulheiros (32 das escolas e 20 dos jardins). Recorde-se que a autarquia foi pioneira na iniciativa de envolver idosos em atividades de vigilância e patrulha de parques e jardins e no acompanhamento de crianças à escola.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *