Seixal, Sociedade

Câmara Municipal do Seixal investe no apoio social

image001A Câmara Municipal do Seixal inaugura, esta semana, vários equipamentos de apoio social que vêm dar novas e qualificadas respostas à população do concelho.

 

A autarquia, consciente da importância estratégica desta área para a consolidação da coesão social do município, tem vindo a priorizar nas Grandes Opções do Plano e Orçamento a celebração de contratos-programa de desenvolvimento social com as instituições de apoio social, assim como um forte investimento na construção de equipamentos de apoio social, entre os quais se destacam a construção dos 11 centros de dia do movimento associativo de idosos e o cofinanciamento de nove equipamentos de apoio social, construídos ao abrigo dos programas PARES e MODELAR .

 

A Câmara Municipal do Seixal tem aprovado também financiamento para a realização de obras de requalificação de equipamentos sociais já existentes, a que acresceram outros apoios de âmbito técnico e material, nomeadamente a cedência de terrenos municipais, a aprovação de isenção de taxas de edificação e urbanização, elaboração de projetos e realização de obras.

 

Nesse sentido, está prevista a abertura de dos seguintes equipamentos de apoio social:

 

Creche Sonho Azul

A Creche Sonho Azul vai ser inaugurada no dia 9 de setembro, segunda-feira, às 17.30 horas. Localizada na Quinta do Moinho de Vento, em Aldeia de Paio Pires, integra as valências da Cooperativa de Solidariedade Social Pelo Sonho É Que Vamos, dando resposta social a 33 crianças de 1 a 3 anos.

 

O projeto tem como objetivo combater o acolhimento de crianças quer por amas clandestinas e/ou ilegais quer em estabelecimentos particulares ilegais.

 

Este equipamento representa um investimento de cerca de 615 mil euros, com uma comparticipação do PARES de 131 mil euros.

 

O investimento da autarquia foi de 325 mil euros, tendo ainda cedido o terreno no valor de 150 mil euros, para a construção da creche e assegurado o arranjo dos espaços exteriores.

 

Ampliação das instalações do Centro de Dia de Fernão Ferro

No seguimento da parceria estabelecida com a Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Fernão Ferro para a ampliação do centro de dia, a câmara municipal atribuiu para a primeira fase da obra, concluída em 2011, uma comparticipação financeira de 135 mil euros.

 

Já este ano, teve início a segunda fase da obra, com a construção do piso superior. Mais uma vez a autarquia participou com um apoio financeiro no valor de 135.000€, que inclui o apoio à realização dos projetos arquitetónicos e especialidades, à execução da obra e à implementação do plano de segurança. Destacando-se também a colaboração da Junta de Freguesia de Fernão Ferro.

 

A intervenção veio criar condições para que a instituição possa qualificar e aumentar a capacidade nas respostas sociais de centro de dia.

 

O novo espaço vai ser inaugurado no dia 12 de setembro, às 15 horas.

 

Nova sede da APCAS – Associação de Paralisia Cerebral de Almada-Seixal

A Câmara do Seixal vai atribuir uma sede à APCAS – Associação de Paralisia Cerebral de Almada-Seixal, para que esta possa ter melhores condições e espaço para o desenvolvimento de novos projetos e, sobretudo, para se poder candidatar ao Projeto Cidadania Ativa, financiado pela Fundação Gulbenkian.

 

Este projeto pretende dar uma resposta ao nível distrital, através da criação de um Centro Prescritor de Ajudas Técnicas. O processo, que já está a ser articulado com o Ministério da Segurança Social e o Ministério da Saúde, pode agora avançar, uma vez que a APCAS vai ter um espaço físico.

 

A abertura da sede, situada no Largo dos Restauradores, no Seixal, é no dia 13 de setembro, sexta-feira, às 12 horas.

 

Creche e Pré-Escolar do Centro Paroquial de Fernão Ferro

No dia 13 de setembro, às 18 horas, será inaugurada a creche e o pré-escolar do Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Fernão Ferro. O novo equipamento tem capacidade para 66 utentes em creche e 75 em pré-escolar.

 

Localizado nos Redondos, foi construído de raiz e teve um custo de 947 879 euros. O investimento por parte da autarquia é de 413 350 euros, incluindo o apoio à construção, o valor do terreno e a colaboração no arranjo de espaços exteriores.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. A Câmara do Seixal não investe nada, simplesmente inaugura obras iniciadas e alavancadas pelo programa PARES, a câmara do Seixal como é habito inaugura as obras assina protocolos com as instituições e depois não cumpre.
    Resumindo coloca instituições em risco ao ponto dessas instituições terem que recorrer à banca quando podem, para saldarem dividas que a câmara assume e não paga.
    Neste caso em particular o empreiteiro colocou a instituição em tribunal por falta de pagamento, pagamento esse que seria pago com a verba assumida pela Câmara Municipal do Seixal gerida pela CDU e como é já habito não paga a ninguém…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *