Portimão, Turismo

Portimão volta a ser a capital da sardinha assada

Sardinhas assadas - Arquivo CMP_Filipe da PalmaEntre 1 e 11 de agosto, Portimão celebra o seu principal ícone gastronómico e por toda a cidade o clima é de festa, aliada ao aroma da tradicional sardinhada que promete abrir o apetite a toda a gente.

 

Para além das deliciosas sardinhas assadas, acompanhadas da batata cozida e da salada à algarvia, ao longo da Zona Ribeirinha de Portimão existem vários polos de atração para miúdos e graúdos durante estas 11 noites, dos divertimentos infantis à animação musical, complementados com as propostas culturais da Casa Manuel Teixeira Gomes, do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão e do Museu de Portimão.

 

A sardinha é rainha

Acabada de pescar e colocada nas brasas previamente preparadas pelos especialistas dos mais tradicionais restaurantes de Portimão, a sardinha assada será sempre a rainha da festa, acompanhada pelo melhor pão caseiro e pela típica salada à algarvia.

 

Arraial popular

Na antiga Lota, a partir das 21h00 o folclore e a música popular encherão de alegria o espaço da festa, com o seguinte programa: dia 1- Rancho Folclórico da Ladeira do Vau e Fernando Pereira; dia 2 – Cláudio Rosário; dia 3 – Rancho Folclórico da Ladeira do Vau e Rosa Martins; dia 4 – Ilídio Jesus; dia 5 – Rancho Folclórico da Figueira e Pedro Silva; dia 6 – Ritmo Jovem; dia 7 – João Paulo Cavaco; dia 8 – Rancho Folclórico da Figueira e Pedro Silva e Rita Melo; dia 9 – Duo Vítor e Edgar; dia 10 – Rosa Martins; dia 11 Ilídio Jesus.

 

Antiga Lota com artes e sabores tradicionais

No interior da antiga Lota estará patente uma mostra de artes e sabores regionais com entrada gratuita, na qual é possível adquirir artesanato, bijuteria, aguardente de medronho, doçaria e muitos outros produtos, enquanto numa tenda ao lado decorre mais uma Feira do Livro de Portimão, que funciona entre as 19h00 e as 24h00 e propõe as últimas novidades e edições mais antigas.

 

TEMPO – Teatro Municipal de Portimão

Acutilante comédia interpretada pela primeira vez em 1977 por Raúl Solnado, “Isto é que me dói” ganhou o estatuto de um clássico no meio teatral português.

Este espetáculo pode ser visto até final de agosto no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, numa encenação de Francisco Nicholson e interpretação de José Raposo, Joel Branco, Joaquim Nicolau, Sara Barradas, Fátima Severino, Miguel Raposo e Ricardo Raposo, com sessões às quintas, sextas e sábados, a partir das 22h00.

 

No Café Concerto do TEMPO, está patente uma exposição de fotografia e instalação sonora da autoria de Nuno Borges e Rui Gonçalves, cujo tema é o corpo e a sua ligação com a terra, a qual pode ser vista às terças e quartas das 14h00 às 19h00 e de quinta a sábado entre as 14h00 e as 22h00.

 

Casa Manuel Teixeira Gomes

Na Casa Manuel Teixeira Gomes, espaço cultural totalmente dedicado à vida e obra deste escritor e estadista, a exposição “A Arte como Libertação do Espírito” reúne as obras de diversos artistas locais, da pintura à dança, sem esquecer a música, a escultura, a pintura e a fotografia, podendo ser vista de segunda a sexta, das 10h00 às 23h00 e aos sábados e domingos entre as 17h00 e as 23h00.

 

Minifeira de verão

Com início às 19h00, uma minifeira de verão anima as noites dos mais novos, com carrosséis, pistas de carros, insufláveis e muitas outras diversões que fazem as delícias dos mais pequenos, proporcionando bons momentos em família.

 

Museu de Portimão

No Museu de Portimão, a exposição “Portimão – Território e Identidade” homenageia a cidade que durante largas décadas viveu da atividade piscatória e da indústria conserveira, mantendo viva a memória coletiva.

 

Podem ainda ser vistas as exposições temporárias “Férias de Verão – Latas de 1001 cores” (a partir de 1 de agosto) e “Arte com Lata” (a partir de 3 de agosto), sendo que o Museu de Portimão abre portas à terça-feira das 19h30 às 23h00 e de quarta-feira a domingo, entre as 15h00 e as 23h00.

 

De referir que no Posto de Turismo de Portimão, a funcionar no edifício do TEMPO, encontram-se ao dispor todas as informações sobre o Município de Portimão e as propostas desta Festa da Sardinha, que conta com os indispensáveis patrocínios do Continente, Galp Energia, Delta e Super Bock, além das parcerias da Etic_algarve e da Sultempera.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *