Mação, Sociedade

Trilho de Mação já é realidade

trilho1Mação acaba de tornar público o seu primeiro Percurso Pedestre, o Trilho de Mação 1, estando previsto para breve a criação de mais percursos.

A elaboração deste projecto deveu-se à aposta do Município de Mação na promoção e desenvolvimento da actividade do pedestrianismo no Concelho. A oferta de passeios pedestres e a enorme adesão por parte dos Munícipes e habitantes dos concelhos vizinhos nos últimos anos levou, agora, à criação de um percurso de Pequena Rota (PR1), desenvolvido na Vila de Mação.

Para a elaboração deste projecto, foi feito um levantamento e reconhecimento no terreno com o ponto de partida/chegada no Posto de Turismo. É um percurso feito de forma circular com partida e chegada ao Largo dos Bombeiros Voluntários de Mação. A altitude varia dos 282 m no Largo dos BVM, para se atingir 383 m no Cabeço da Cruz, ou os 250 m no Ribeiro de Mação.

Foram consideradas as ofertas em termos turísticos e naturais, permitindo assim que o viajante ao longo do percurso possa ir conhecendo a região e o seu património natural e construído, bem como tomar conhecimento das feiras e romarias, experimentando a gastronomia e os sabores locais e pernoitar nos alojamentos existentes.

Ao longo deste percurso destacam-se, como pontos de interesse, a vista panorâmica sobre Mação a partir do Cabeço da Cruz; a Capela de Santo António e a Ponte Romana sobre o Ribeiro de Mação. Há ainda outros atractivos por todo o percurso que rodeia Mação, onde se podem ainda ver pequenas hortas cultivadas e as enormes extensões de regeneração de pinheiros, eucaliptos e áreas de matos.

 

As placas de orientação ao longo do percurso já foram colocadas e o painel informativo foi concluído no dia 6 de Julho. Vasco Estrela, Vice-presidente da Câmara Municipal de Mação considera “importante o passo agora dado, uma vez que este percurso, e outros que já temos previstos, possibilitarão a prática do pedestrianismo no Concelho, actividade que, ano após ano, tem mais adeptos no nosso Concelho. Com este percurso mostramos também a nossa riqueza paisagística e patrimonial, bem como outras potencialidades do nosso Concelho.”

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *