Mangualde, Sociedade

Adolescência debatida em Mangualde

Ajudar a Crescer 2013 (2)De forma a dar continuidade ao projeto “Ajudar a Crescer”, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Mangualde (CPCJ), em colaboração com a Câmara Municipal de Mangualde, promoveu mais um seminário. Sob o tema «Adolescência: “Encarar o futuro com borbulhas no rosto”», o encontro deste ano decorreu no passado dia 8 de junho, pelas 14h00, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves. O Encontro, que contou a presença de cerca de uma centena de pessoas, entre pais e profissionais da educação e saúde, teve início com a intervenção de Maria José Coelho, Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Mangualde e presidente da CPCJ, que apresentou a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Mangualde, assim como o Projeto «Ajudar a Crescer».

 

As intervenções que se seguiram estiveram a cargo de Lúcia Amaral, Psicóloga da Autarquia: “Adolescência: Será um bicho de 7 cabeças?”, Fernando Marques, professor: “Uma escola do tamanho do mundo”, Dionísio Vila Maior, professor Doutor: “adolescentes: crescimento, integração, criatividade e motivação” e apresentação da Fundação Make a Wish. Cada intervenção foi seguida de um debate que contou com a participação atenta do público presente.

 

O Encontro Anual do Projeto «Ajudar a Crescer» teve ainda um momento cultural dinamizado pelo grupo de teatro fórum, Flash Teen, da ESFA, e terminou com a partilha de uma fatia de bolo alusivo ao projeto, tendo transparecido a importância que iniciativas como esta têm nomeadamente para pais e educadores.

 

É de salientar que, o projeto “Ajudar a Crescer” surge com o propósito de contribuir para a formação e orientação dos pais, das crianças e jovens do nosso concelho, de forma a promover comportamentos saudáveis e integração social. Uma das atividades subjacentes ao projeto é proporcionar aos pais a participação em encontros sobre diversas temáticas relacionadas com a criança e o seu desenvolvimento / crescimento, pois, tendo em conta a sociedade complexa em que vivemos, ser pai e mãe é uma tarefa cada vez mais difícil e desafiante, o que obriga a uma constante evolução e atualização de conhecimentos. É com esse objetivo que se dinamizam estes encontros, facultando a troca de experiências e saberes.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *