Cultura, Economia, Santo Tirso, Sociedade

Arte, Design, Relações Politicas e Económicas em exposição em Santo Tirso

Foto 100 anos de Arquitetura e Design na Alemanha 1907 - 2007A Fábrica de Santo Thyrso apresenta, de 17 de maio a 27 de julho, a arte e o design de um século nas suas relações políticas e económicas, assinalando o centésimo aniversário do DEUTSCHER WERKBUND, uma organização cultural alemã fundada por um conjunto de artistas e de personalidades do meio industrial e produtivo, motivadas pela necessidade de criação de um novo repertório figurativo para os produtos industriais. 100 anos de Arquitetura e Design na Alemanha 1907 – 2007 são assim assinalados em Santo Tirso. A inauguração da mostra realiza-se a 17 maio, pelas 18h00, e contará com a presença de Castro Fernandes, Presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, de José Simões, Diretor ESAD Matosinhos e de Elisabeth Völpel, Diretora Goethe-Institut Porto.

Trata-se de uma exposição do Museu de Arquitetura da Universidade Técnica de Munique e do IFA – Instituto de Relações Internacionais de Stuttgart, com o patrocínio do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Federal da Alemã, organizada em Portugal pela Câmara Municipal de Santo Tirso/Fábrica de Santo Thyrso, pela ESAD – Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos e pelo Goethe-Institut Portugal, sendo a itinerância garantida pelo IFA – Instituto de Relações Internacionais de Stuttgart.

A exposição foi concebida para marcar o centésimo aniversário do Deutscher Werkbund e descreve, em sete secções estruturadas cronologicamente, os esforços, os sucessos e as concretizações de uma das instituições mais importantes e influentes do século XX, que também cunhou a vida cultural noutros países europeus.

A mostra poderá ser visitada de 17 de maio a 27 de julho, de segunda a sexta das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00; e aos sábado das 10h00 às 18h00. Poderão ser efetuadas marcações através do email geral@fabricasantothyrso.com.

O Deutscher Werkbund foi fundado em 1907, em Munique, com o objetivo de melhorar a qualidade de todos os produtos produzidos industrialmente, a fim de alcançar de novo uma cultura harmónica num mundo alterado pela industrialização e a urbanização. O trabalho do grémio de arquitetos, artistas e empresários que, segundo a máxima de um dos seus pais espirituais, Hermann Muthesius, se estende “da almofada de sofá até ao urbanismo”, reflete, deste modo, a arquitetura, a arte e o design de todo um século nas suas relações políticas e económicas. Marcos como a urbanização do Werkbund, de 1927, Am Weißenhof, em Stuttgart, uma manifestação de arquitetura moderna pioneira no século XX, a apresentação dos tão admirados novos conceitos habitacionais e da cultura alemã nas exposições de Paris, em 1930, e de Bruxelas, em 1958, ou a primeira chamada de atenção precoce, em 1959, para as consequências ambientais da industrialização e da urbanização, bem como para o desenvolvimento de uma nova consciência relativamente aos recursos e à utilização da técnica, não são hoje praticamente reconhecidas pelo público como iniciativas do Werkbund.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *