Cultura, Reguengos de Monsaraz, Turismo

Trienal do Alentejo apresenta em Reguengos de Monsaraz o Basque Culinary Center, de Ferran Adriá

18719_I_El pollo, el pez y el cangrejo real (sin crédito)A Trienal do Alentejo propõe em Reguengos de Monsaraz nos dias 27, 29 e 30 de abril um ciclo de cinema gastronómico, conferências internacionais, mercado gourmet e provas de vinhos. No âmbito do ciclo de cinema será apresentado o Basque Culinary Center, a universidade de gastronomia de Espanha que tem entre os seus mentores Ferran Adriá, René Redzepi e Heston Blumenthal, mas também filmes que ilustram a evolução do mercado da gastronomia e documentários sobre chefes de cozinha e restaurantes de referência.

 

No sábado, dia 27 de abril, vai ser exibido no Auditório Municipal, às 14h30, o filme “El pollo, el pez y el cangrejo real”, de José Luis López-Linares, às 16h30 “Mugaritz BSO”, de Felipe Ugarte e Juantxo Sardon, e às 21h30 o documentário produzido pela televisão pública espanhola “Un dia en El Bulli”.

 

Na segunda e na terça-feira, entre as 10h e as 18h, haverá um mercado gourmet no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Em simultâneo continua a decorrer a exibição de filmes e as conferências, que se iniciam às 10h30, com a apresentação do Basque Culinary Center, pelo seu diretor de comunicação, José Luis Galiana. Às 14h30 será abordada a temática da crítica gastronómica, por Alberto Fernández (Asturianos – Restaurante, distribuidor de vinhos portugueses em Madrid e crítico gastronómico), e uma hora mais tarde, Toño Pérez, chefe premiado pelo Guia Michelin e proprietário do Atrio Restaurante Hotel em Cáceres, vai falar sobre o “Desenvolvimento da cozinha de autor com produtos autóctones”.

 

A partir das 16h30 decorre a projeção do filme “Five Feelings About Food”, de Cornelia Ravenal e Mikael Södersten, que será comentado por José Alberto Ferreira (diretor artístico do Festival Escrita na Paisagem), e às 21h30 poderá assistir-se à película “Who is killing the great chefs of Europe?”, realizado por Ted Kotcheff.

 

Na terça-feira, a partir das 10h30, Diego Bonnel, editor da revista Gilbert&Gaillard – Portugal e Espanha, vai falar sobre “Mercados Emergentes”, uma hora depois Sylvain Patard, editor executivo da revista Gilbert&Gaillard – França, aborda a temática “Marketing Internacional de Vinhos”, e às 12h30, Paz Ivison, jornalista especializada em vinhos e gastronomia, apresenta a comunicação “Tradição e Modernidade na Gastronomia”.

 

Da parte da tarde, pelas 14h30, a autora de vários livros sobre culinária e gastronomia, Colette Rossant, explica a “Evolução do mercado gastronómico nas últimas décadas – aparecimento dos super chefs e globalização dos guias”, e às 15h30, o gastrónomo, professor e escritor Arturo Pardos Baptiste vai falar sobre o “Panorama Global da Gastronomia” e apresentar o seu livro “Dios no fuma”. A fechar o ciclo de cinema gastronómico, pelas 21h30, será exibido o filme “L’aile ou la cuisse”, realizado por Claude Zidi.

 

De referir que na segunda-feira, às 10h30, haverá as provas de vinho D.O. Méntrida, por Alberto Fernández. No dia seguinte, à mesma hora, Federico Oldenburg vai apresentar “Andaluzia más que generosa”, e às 14h30 decorre uma prova de vinhos do Alentejo.

SINOPSES DOS FILMES

 

EL POLLO, EL PEZ Y EL CANGREJO REAL, De José Luis López-Linares, Espanha, 2007, 87 min

O “Bocuse d’Or” pode mudar a carreira de um cozinheiro. Os vencedores deste concurso no passado são agora proprietários de restaurantes destacados com estrelas Michelin ou figuram entre os mais prestigiados cozinheiros do mundo. Para vencer este concurso há que seguir uma série de normas: utilizar determinados ingredientes, cozinhar dois pratos com os respetivos acompanhamentos, tudo no máximo de cinco horas. É o “Bocuse d’Or” quem dita os ingredientes a utilizar. Nas mãos do candidato espanhol, Jesús Almagro, está a tarefa de encontrar a receita e a apresentação idónea para deslumbrar o júri ao ponto de o granjear com o Prémio de Melhor Cozinheiro do Mundo.

 

MUGARITZ BSO, De Felipe Ugarte e Juantxo Sardon, Espanha, 2011, 94min

Retrato documental do processo criativo que parte da interpretação de 12 pratos de Mugaritz representados em diversas linguagens. Mugaritz BSO é um projeto gastronómico-musical que teve início há mais de cinco anos pelas mãos do Chef Andoni Luis Aduriz e do músico Felipe Ugarte. Mugaritz BSO é um documentário sobre as sinergias criativas deste projeto que inclui uma banda sonora original, partituras culinárias e a publicação de um livro com relatos de Harkaitz Cano e receitas de Mugaritz.

 

UN DÍA EN EL BULLI, De RTVE, Espanha, 2009, 59min

O documentário revela, pela primeira vez, os processos criativos, a filosofia inovadora e o funcionamento e rotinas diárias do restaurante El Bulli do Chef Ferran Adrià. Desde o amanhecer até ao último cliente, este documentário segue todas as fases da confeção dos pratos até à sua entrega na mesa dos clientes, passando por todas as personagens envolvidas neste processo.

 

FIVE FEELINGS ABOUT FOOD, De Cornelia Ravenal e Mikael Södersten, EUA/Suécia, 2005, 27min

Elenco: Mimi Oka, Doug Fitch, Matthew Weinreb

Mimi Oka e Doug Fitch criam jantares que são verdadeiras experiências multissensoriais, esculturas site-specific e fotografias de imaginárias experiências alimentares. Mas também são entertainers, criadores de comunidades alimentares e provocadores das convenções do «estar à mesa». FIVE FEELINGS ABOUT FOOD viaja com eles até uma pequena vila em França onde exploram o que se pode comer, como, e a forma como afeta o nosso corpo, sentidos e a mente.

 

WHO IS KILLING THE GREAT CHEFS OF EUROPE?, De Ted Kotcheff, Estados Unidos, Itália, França, 1978, 112min

Elenco: George Segal, Jacqueline Bisset, Robert Morley, Jean-Pierre Cassel, Phillippe Noiret

O mistério transborda na trama quando se descobre que, um a um, os maiores Chefs da Europa estão a ser assassinados. A parte intrigante dos assassinatos é que cada Chef é morto da mesma maneira que a sua especialidade é preparada. Críticos gastronómicos e os (muitos) autodenominados maiores Chefs da Europa exigem a resolução deste mistério.

 

L’AILE OU LA CUISSE, De Claude Zidi, França, 1976, 104min

Elenco: Louis de Funès, Coluche, Ann Zacharias, Julien Guiomar, Claude Gensac, Georges Chamarat, Jean Martin

Aos 60 anos, Charles Duchemin, crítico culinário de reputação internacional, acaba de ser eleito para a Academia Francesa.

Acompanhado pelo seu filho Pierre, que prefere o circo e a mímica a toda esta palhaçada da culinária, Charles prepara a nova edição do seu guia “Duchemin”. Para tal, congemina os mais variados disfarces, para não receber nenhum tratamento de favor nos restaurantes que visita. No dia em que o guia está finalmente pronto, um desconhecido deita mão às provas finais. O ladrão não é outro senão Jean Trigatel, o seu arqui-rival e proprietário de uma cadeia de comida rápida. O produtor de uma cadeia de televisão propõe um cara a cara: a guerra está declarada!

A Trienal do Alentejo propõe em Reguengos de Monsaraz nos dias 27, 29 e 30 de abril um ciclo de cinema gastronómico, conferências internacionais, mercado gourmet e provas de vinhos. No âmbito do ciclo de cinema será apresentado o Basque Culinary Center, a universidade de gastronomia de Espanha que tem entre os seus mentores Ferran Adriá, René Redzepi e Heston Blumenthal, mas também filmes que ilustram a evolução do mercado da gastronomia e documentários sobre chefes de cozinha e restaurantes de referência.

 

No sábado, dia 27 de abril, vai ser exibido no Auditório Municipal, às 14h30, o filme “El pollo, el pez y el cangrejo real”, de José Luis López-Linares, às 16h30 “Mugaritz BSO”, de Felipe Ugarte e Juantxo Sardon, e às 21h30 o documentário produzido pela televisão pública espanhola “Un dia en El Bulli”.

 

Na segunda e na terça-feira, entre as 10h e as 18h, haverá um mercado gourmet no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Em simultâneo continua a decorrer a exibição de filmes e as conferências, que se iniciam às 10h30, com a apresentação do Basque Culinary Center, pelo seu diretor de comunicação, José Luis Galiana. Às 14h30 será abordada a temática da crítica gastronómica, por Alberto Fernández (Asturianos – Restaurante, distribuidor de vinhos portugueses em Madrid e crítico gastronómico), e uma hora mais tarde, Toño Pérez, chefe premiado pelo Guia Michelin e proprietário do Atrio Restaurante Hotel em Cáceres, vai falar sobre o “Desenvolvimento da cozinha de autor com produtos autóctones”.

 

A partir das 16h30 decorre a projeção do filme “Five Feelings About Food”, de Cornelia Ravenal e Mikael Södersten, que será comentado por José Alberto Ferreira (diretor artístico do Festival Escrita na Paisagem), e às 21h30 poderá assistir-se à película “Who is killing the great chefs of Europe?”, realizado por Ted Kotcheff.

 

Na terça-feira, a partir das 10h30, Diego Bonnel, editor da revista Gilbert&Gaillard – Portugal e Espanha, vai falar sobre “Mercados Emergentes”, uma hora depois Sylvain Patard, editor executivo da revista Gilbert&Gaillard – França, aborda a temática “Marketing Internacional de Vinhos”, e às 12h30, Paz Ivison, jornalista especializada em vinhos e gastronomia, apresenta a comunicação “Tradição e Modernidade na Gastronomia”.

 

Da parte da tarde, pelas 14h30, a autora de vários livros sobre culinária e gastronomia, Colette Rossant, explica a “Evolução do mercado gastronómico nas últimas décadas – aparecimento dos super chefs e globalização dos guias”, e às 15h30, o gastrónomo, professor e escritor Arturo Pardos Baptiste vai falar sobre o “Panorama Global da Gastronomia” e apresentar o seu livro “Dios no fuma”. A fechar o ciclo de cinema gastronómico, pelas 21h30, será exibido o filme “L’aile ou la cuisse”, realizado por Claude Zidi.

 

De referir que na segunda-feira, às 10h30, haverá as provas de vinho D.O. Méntrida, por Alberto Fernández. No dia seguinte, à mesma hora, Federico Oldenburg vai apresentar “Andaluzia más que generosa”, e às 14h30 decorre uma prova de vinhos do Alentejo.

 

 

 

SINOPSES DOS FILMES

 

EL POLLO, EL PEZ Y EL CANGREJO REAL, De José Luis López-Linares, Espanha, 2007, 87 min

O “Bocuse d’Or” pode mudar a carreira de um cozinheiro. Os vencedores deste concurso no passado são agora proprietários de restaurantes destacados com estrelas Michelin ou figuram entre os mais prestigiados cozinheiros do mundo. Para vencer este concurso há que seguir uma série de normas: utilizar determinados ingredientes, cozinhar dois pratos com os respetivos acompanhamentos, tudo no máximo de cinco horas. É o “Bocuse d’Or” quem dita os ingredientes a utilizar. Nas mãos do candidato espanhol, Jesús Almagro, está a tarefa de encontrar a receita e a apresentação idónea para deslumbrar o júri ao ponto de o granjear com o Prémio de Melhor Cozinheiro do Mundo.

 

MUGARITZ BSO, De Felipe Ugarte e Juantxo Sardon, Espanha, 2011, 94min

Retrato documental do processo criativo que parte da interpretação de 12 pratos de Mugaritz representados em diversas linguagens. Mugaritz BSO é um projeto gastronómico-musical que teve início há mais de cinco anos pelas mãos do Chef Andoni Luis Aduriz e do músico Felipe Ugarte. Mugaritz BSO é um documentário sobre as sinergias criativas deste projeto que inclui uma banda sonora original, partituras culinárias e a publicação de um livro com relatos de Harkaitz Cano e receitas de Mugaritz.

 

UN DÍA EN EL BULLI, De RTVE, Espanha, 2009, 59min

O documentário revela, pela primeira vez, os processos criativos, a filosofia inovadora e o funcionamento e rotinas diárias do restaurante El Bulli do Chef Ferran Adrià. Desde o amanhecer até ao último cliente, este documentário segue todas as fases da confeção dos pratos até à sua entrega na mesa dos clientes, passando por todas as personagens envolvidas neste processo.

 

FIVE FEELINGS ABOUT FOOD, De Cornelia Ravenal e Mikael Södersten, EUA/Suécia, 2005, 27min

Elenco: Mimi Oka, Doug Fitch, Matthew Weinreb

Mimi Oka e Doug Fitch criam jantares que são verdadeiras experiências multissensoriais, esculturas site-specific e fotografias de imaginárias experiências alimentares. Mas também são entertainers, criadores de comunidades alimentares e provocadores das convenções do «estar à mesa». FIVE FEELINGS ABOUT FOOD viaja com eles até uma pequena vila em França onde exploram o que se pode comer, como, e a forma como afeta o nosso corpo, sentidos e a mente.

 

WHO IS KILLING THE GREAT CHEFS OF EUROPE?, De Ted Kotcheff, Estados Unidos, Itália, França, 1978, 112min

Elenco: George Segal, Jacqueline Bisset, Robert Morley, Jean-Pierre Cassel, Phillippe Noiret

O mistério transborda na trama quando se descobre que, um a um, os maiores Chefs da Europa estão a ser assassinados. A parte intrigante dos assassinatos é que cada Chef é morto da mesma maneira que a sua especialidade é preparada. Críticos gastronómicos e os (muitos) autodenominados maiores Chefs da Europa exigem a resolução deste mistério.

 

L’AILE OU LA CUISSE, De Claude Zidi, França, 1976, 104min

Elenco: Louis de Funès, Coluche, Ann Zacharias, Julien Guiomar, Claude Gensac, Georges Chamarat, Jean Martin

Aos 60 anos, Charles Duchemin, crítico culinário de reputação internacional, acaba de ser eleito para a Academia Francesa.

Acompanhado pelo seu filho Pierre, que prefere o circo e a mímica a toda esta palhaçada da culinária, Charles prepara a nova edição do seu guia “Duchemin”. Para tal, congemina os mais variados disfarces, para não receber nenhum tratamento de favor nos restaurantes que visita. No dia em que o guia está finalmente pronto, um desconhecido deita mão às provas finais. O ladrão não é outro senão Jean Trigatel, o seu arqui-rival e proprietário de uma cadeia de comida rápida. O produtor de uma cadeia de televisão propõe um cara a cara: a guerra está declarada!

Artigo AnteriorPróximo Artigo

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *