Sociedade

Bibliotecando em Tomar de viagem com grandes escritores

A edição deste ano do Bibliotecando em Tomar, subordinada ao tema “Das leituras de viagens e das viagens das leituras”, vai decorrer de 2 a 4 de maio, em diversos pontos da cidade e ainda com uma visita ao santuário de Fátima, contando com a presença de alguns dos mais conceituados especialistas portugueses na matéria.

Organizado pela Rede de Bibliotecas Escolares, Instituto Politécnico de Tomar, Agrupamento de Escolas Templários e Centro de Formação de Professores dos Templários, com o apoio da Câmara Municipal de Tomar e da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo,o Bibliotecando terá a sua sessão de abertura no Convento de Cristo, ao final da tarde de dia 2 de maio. No dia seguinte acolherá, na Biblioteca Municipal de Tomar – António Cartaxo da Fonseca, figuras como Pacheco Pereira, Nuno Júdice, Paulo Dentinho ou Leonor Xavier, entre muitos outros, para uma extraordinária viagem pelas palavras.

No sábado, as viagens, sem abandonarem as palavras, serão reais: uma  primeira espiritual, ao santuário de Fátima, e a seguinte material, com almoço no Congresso da Sopa seguido de degustação das ideias na Biblioteca.

Depois de, no ano passado, ter discutido a questão da construção identitária portuguesa realçando o fenómeno da deslocalização como elemento estruturante da nossa identidade cultural, este encontro retoma a problemática olhando-a, no entanto, a partir de um ângulo diferente, elegendo, este ano, a viagem como temática central das discussões, de onde nasceu o título “Das leituras de viagem e das viagens das leituras”.

Pretende-se discutir a importância da viagem na construção do pensamento e do indivíduo. Optou-se por apresentar abordagens diferenciadas da problemática central, organizando-se os painéis em torno de alguns temas específicos. Iniciar-se-á o percurso com viagens a formas e suporte de leituras, na certeza de que as nossas práticas de leitura têm-se alterado de modo substancial ao longo das últimas décadas, a passagem do texto impresso para o texto digital trouxe com ela a transformação dos nossos rituais de leitura. A viagem está no âmago da experiência identitária do homem estando por isso no centro da escrita literária. Partindo da célebre expressão do escritor francês, Michel Butor, que questionou se viajava para escrever ou se escrevia para viajar, ouviremos a opinião de escritores sobre esta problemática. As viagens são múltiplas e estas levar-nos-ão até à ciência e às conexões que se estabelecem entre vários domínios do pensamento humano. Mas as viagens também são feitas de experiências espirituais, gastronómicas e de memórias de passados individuais através das quais se reactualiza a nossa memória colectiva.

Assim, a quarta edição do Bibliotecando em Tomar contará com a presença de Ana Carvalho Dias, António Albuquerque, António Pinto da França, Carlos Cabecinhas, Carlos Pinheiro, Carlos Reis, Célio Gonçalo Marques, Fernando Catarino, Francisco do Rosário Sobral, Helena Buescu, Hilário Lopes, João Roque, José António Calixto, José Bento dos Santos, José Pacheco Pereira, Leonor Xavier, Luís Castro Mendes, Maria Alzira Seixo, Maria de Jesus Cabral, Maria de Lurdes Craveiro, Maria José Azevedo Santos, Maria José Costa Félix, Miguel Miranda, Miguel Real, Nuno Júdice, Paulo Castilho, Paulo Dentinho e Raquel Henriques da Silva.

Mais informações em www.bibliotecandoemtomar.ipt.pt.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *