Lousã, Sociedade

Apresentação do “OPJ” na Escola Profissional da Lousã gerou 16 ideias

_OPJ 16.04.13A 2.ª edição do Orçamento Participativo Jovem da Lousã está a suscitar o debate de ideias junto dos mais jovens.

O “OPJ”, em que os jovens dos 13 aos 35 anos podem concretizar propostas de desenvolvimento da Lousã que sejam exequíveis com 5.000€, pretende levar os jovens a colaborar, simbolicamente, num modelo de governação mais próximo e dinâmico.

O auditório da Escola Profissional da Lousã esteverepleto de alunos que discutiram algumas ideias, numa sessão de esclarecimento dinamizada pela Associação Activar e pela Autarquia, no dia 16 de abril.

Após esclarecimentos sobre a metodologia do Orçamento Participativo, foi dado espaço ao debate e, em pequenos grupos, deu-se um “brainstorming” de ideias. Alguns dos projetos apresentados foram: criação de espaços verdes e de um “Parque Sustentável”, espaço com instrumentos e equipamentos de música e som para grupos de música e teatro, desenvolvimento de percursos pedestres, atividades para idosos e criação de abrigos para animais.

As 16 ideias apresentadas por alunos da Escola Profissional da Lousã juntam-se às 63 apresentadas na Semana da Juventude. Contudo, as ideias só terão voz se forem amadurecidas e transformadas em propostas concretas e apresentadas numa Assembleia Participativa.

A primeira Assembleia Participativa Jovem decorrerá no Museu Etnográfico Louzã Henriques, no dia 24 de abril, entre as 15h e as 16h30. Aí, os jovens poderão desenvolver as ideias, debater a sua viabilidade e utilidade e até fundir projetos semelhantes com os de outros jovens.

Qualquer jovem lousanense dentro das faixas etárias referidas poderá propor e defender a sua ideia, através do Conselho Consultivo Municipal da Juventude e do Desporto, do Agrupamento de Escolas da Lousã / Escola Secundária da Lousã, da Escola Profissional da Lousã, ou apresentando a sua proposta diretamente no “Espaço J”, espaço dinamizado pela ACTIVAR, junto à igreja matriz da Lousã.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *