Lousã, Tecnologia

“Lousã Living Lab: Centro de Novas Tecnologias (educação, comunicação e informação)” será alvo de candidatura à European Network of Living Labs – EnoLL

lousalivinglabA Câmara Municipal da Lousã, no âmbito das políticas municipais de estímulo e promoção do desenvolvimento socioeconómico aprovou, em reunião do Executivo Municipal que teve lugar no passado dia 1 de abril, a candidatura do “Lousã Living Lab: Centro de Novas Tecnologias (educação, comunicação e informação)” à European Network of Living Labs – EnoLL, uma associação sem fins lucrativos que visa a promoção de uma dinâmica multidimensional da inovação, que aposta na sustentabilidade dos territórios e ambiciona colocar os territórios que dela fazem parte no topo das cidades inteligentes “Smart Cities”.

 

O “Lousã Living Lab” é um projeto Autárquico que se iniciou em 2010, direcionado para as novas tecnologias. Este projeto tem como objetivo proporcionar e disponibilizar meios à comunidade e aos seus agentes que queiram criar, testar e desenvolver tecnologia inovadora e potenciadora de melhor qualidade de vida e de desenvolvimento sustentável, aproximando a tecnologia e as suas potencialidades dos utilizadores.

 

Foi através deste projeto que a plataforma “Oratio Classroom”, desenvolvida pelo Lousanense João Carlos Ramalheiro, que recentemente foi reconhecido pela Microsoft como o Professor mais inovador do Mundo, foi testada, desenvolvida e implementada.

 

O “Lousã Living Lab” tem tido, também, um papel importante na promoção e projeção do Concelho e dos projetos, nomeadamente tendo sido apresentado no Congresso Mundial da Microsoft como caso de estudo e sido um importante suporte na integração do Agrupamento de Escolas na Rede Mundial das Escolas Inovadoras da Microsoft.

 

Refira-se que, desde 2010, a Autarquia tem vido a colaborar e a ter o suporte do consórcio EXAMPLE, consórcio de empresas nacionais de novas tecnologias da Educação, sendo de destacar as colaborações em curso com as empresas Critical Software e com o Grupo Leya.

 

A European Network of Living Labs – EnoLL, que conta já com 14 representantes portugueses, possibilita aos membros o conhecimento de iniciativas, procedimentos e partilha de informação, potenciando o saber e permitindo o aumento da competitividade tendo em vista o desenvolvimento sustentável.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *