Desporto, Estarreja

200 participantes nos Nacionais de Inverno de Natação Adaptada em Estarreja

DSC_0228ssO Sporting Clube de Aveiro dominou nos Campeonatos Nacionais de Inverno de Natação Adaptada que aconteceram no último fim-de-semana em Estarreja. O evento envolveu cerca de 200 participantes, entre atletas e acompanhantes, vindos de todo o país, desde os Trás-os-Montes ao Algarve, num total de 22 equipas, onde se incluem instituições de ensino especial e clubes.

 

O clube aveirense conquistou o primeiro lugar do pódio na classificação por equipas, nas categorias masculinos e femininos. O nacional inclui 4 áreas de deficiência: visual, paralisia cerebral, motora e intelectual e os participantes nasceram entre 1941 e 2002. Ao longo das duas jornadas, realizaram-se 48 provas, numa organização conjunta da Câmara Municipal, ANDDI – Associação Nacional de Desporto para a Deficiência Intelectual, Associação de Natação de Aveiro e Cerci de Estarreja.

 

Ao receber pelo segundo ano consecutivo este evento de cariz nacional, Estarreja comprova que “tem excelentes condições, em termos de localização, logística e de instalações de alojamento”, salienta Abílio Silveira, vice-presidente do Município e vereador do Desporto.

 

As equipas mostraram-se satisfeitas. O treinador do Sporting Clube de Portugal, Rui Gama, tecia elogios à organização do evento e ao equipamento municipal “amplo e seguro”. “A piscina é fantástica. Gostamos muito de nadar aqui, já fizemos alguns estágios da seleção, já fizemos aqui provas”, afirmou incentivando o município a continuar: “Estarreja, sempre! É um próximo destino e devem organizar aqui mais provas, se faz favor”.

 

Dois atletas leoninos presentes na prova, que recentemente defenderam as cores da Seleção Nacional no Mundial de Itália, poderão voltar a Estarreja em setembro, no 2º Campeonato da Europa Open de Natação para Síndrome de Down. “Provavelmente e se eles se portarem bem, esperemos que fiquem apurados de novo para a Seleção Nacional”, adianta Rui Gama.

 

A equipa da casa conquistou 2 medalhas. Desta vez, os masculinos da Cerciesta estiveram mais fortes nos 25 metros Costas, em Adaptados. António Fidalgo, no segundo lugar, e Firmino Matos, no terceiro, subiram ao pódio no domingo, para contentamento da instituição. Maria de Lurdes Breu, presidente da direção, dizia que “a equipa da Cerci é um orgulho”, desde os nadadores, aos utentes que confecionaram os troféus, tendo a Cerci participado em diversas vertentes do nacional, dignificando o evento.

 

Para a responsável este é um “evento fantástico” sendo um “motivo de orgulho para a Câmara e sua Piscina. São eventos destes que a tornam um espólio valioso quando colocado ao serviço de todo o desporto”, enaltecendo ao mesmo tempo o “empenho dos atletas e o gosto dos que os acompanham e dos familiares”.

 

Para Fausto Pereira, copresidente interino da ANDDI, a organização esteve à altura e o formato agora implementado será utilizado em setembro, no Europeu. “Nem outra coisa seria de esperar. Já o ano passado correu aqui muito bem e entendemos isto como um ensaio geral para a prova internacional. O esquema geral é idêntico portanto não haverá alterações de maior”.

 

 

 

Classificação Final Equipas

 

Masculinas

 

1ª Sporting Clube de Aveiro              208

2ª Sporting Clube de Portugal           183

3ª Clube de Natação da Maia           143

 

Femininas

 

1ª Sporting Clube de Aveiro              146

2ª Clube de Natação da Maia           105

3ª Feira Viva                                      101

 

 

 

 

Estarreja, a capital da natação adaptada

 

Num ano em que recebe duas importantes provas do desporto adaptado, Estarreja é considerada a capital da natação adaptada. Estarreja “começa a ser um polo muito interessante que acolhe a natação adaptada, seleções nacionais, dois campeonatos nacionais de inverno, vai acolher uma grande competição internacional. Sem dúvida que para nós, nestes últimos dois anos, Estarreja é a nossa capital da natação”, afirmou José Costa Pereira, dirigente da ANDDI, durante a conferência de imprensa de apresentação dos eventos desportivos.

 

13 países confirmados no Europeu

 

Em setembro, o Município vai acolher o 2º Campeonato da Europa Open de Natação para Síndrome de Down, numa organização que envolverá um total de 3 centenas de pessoas. Estão para já confirmados 13 países: Brasil, Turquemenistão, Portugal, Croácia, Dinamarca, Espanha, Estónia, Grã-Bretanha, República da Irlanda, Itália, Kosovo, Noruega e Suécia.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *