Santo Tirso, Sociedade

Apresentado Projeto de Reabilitação dos Edifício da Quinta de Fora em Santo Tirso

No salão nobre dos Paços do Concelho de Santo Tirso foi apresentado hoje, ao final da manhã, o Projeto de Reabilitação dos Edifícios da Quinta de Fora (Casa da Eira e Casa do Caseiro) do Mosteiro de S. Bento – Escola Profissional Agrícola Conde S. Bento.

 

As obras desta importante intervenção – avaliadas em 1, 6 milhões de euros – arrancaram no final do ano passado e visam reabilitar este importante conjunto edificado, de reconhecido valor patrimonial, adaptando-os de forma a acolher um centro de educação ambiental, um pequeno auditório, uma sala de exposições (antiga casa da eira) e uma escola profissional de hotelaria (antiga casa do caseiro). Estima-se que a obra possa estar concluída no final do próximo mês de Agosto.

 

Este projeto de reabilitação é um projeto que junta a vontade de três entidades: a Misericórdia de Santo Tirso, proprietária dos imóveis; a DREN/Escola Agrícola, que este ano faz 100 anos, responsável pelo projeto pedagógico e pela ação no âmbito da PRU, e a Câmara Municipal de Santo Tirso que é a entidade que lidera a Parceria de Regeneração Urbana (PRU) das Margens do Ave.

 

Esta ação, de acordo com o definido no programa aprovado da PRU, é da responsabilidade da DREN / Escola Profissional Agrícola Conde São Bento. Por conveniência da DREN, a Câmara Municipal de Santo Tirso, estabeleceu um protocolo de colaboração com esta Direção Regional, no qual a Câmara Municipal se compromete à elaboração e condução do concurso público de conceção para a execução dos projetos técnicos de arquitetura e engenharia, a coordenar o concurso para a obra, estando estas fases já concluídas, bem como acompanhar a respetiva construção, fase que está agora em curso e que justifica esta apresentação pública.

 

A Reabilitação dos Edifícios da Quinta de Fora é, portanto, o último dos quatro projetos-âncora da PRU das Margens do Ave, num investimento global de dez milhões de euros. Os outros três projetos, já concluídos, são: O Parque Urbano de Rabada, o Passeio Pedonal das Margens do Ave e a Nave Cultural da Fábrica de Santo Thyrso.

 

Disto mesmo deu conta Castro Fernandes, o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso quando – acompanhado pelo Provedor da Irmandade e Santa Casa da Misericórdia de Santo Tirso, pelo Diretor da Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento e pelo Arquiteto Miguel Abecasis (um dos dois arquitetos que, em parceria, venceram o concurso publico internacional) – fez um pequeno historial do projeto, afirmando que o mesmo “é resultado de um concurso público internacional de arquitetura” e evidencia claramente “o cumprimento dos propósitos do concurso, apresentando uma solução contida e sustentável, económica e funcionalmente”.

 

O presidente da Câmara Municipal adiantou ainda que, com a conclusão desta obra, “termina também o investimento material da PRU, avaliado em dez milhões de euros.” Lembramos que a Parceria para a Regeneração Urbana (PRU) das Margens do Ave – liderada pela Câmara Municipal de Santo Tirso e apoiada por vários Parceiros Locais sob o lema “o rio no coração da cidade” – vai permitir “reabilitar uma área total de 251 hectares ao longo do Rio Ave e 3,5 km de frente ribeirinha”.

 

No final da cerimónia, seguiu-se uma visita guiada ao local das obras, durante a qual as várias dezenas de participantes puderam constatar que se trata de uma intervenção que vai valorizar muito este conjunto edificado de grande valor patrimonial e arquitetónico e de grande expressão na paisagem urbana de Santo Tirso. Mais a mais, vai garantir um sólido enquadramento urbanístico destes edifícios, que são inquestionável património da cidade de Santo Tirso e sem dúvida um dos seus ícones arquitetónicos. Desde logo, do ponto de vista cultural, este é projeto com grande relevância, contribuindo ativamente para a preservação e valorização do património da Quinta S. Bento, abrindo este espaço emblemático da cidade de Santo Tirso a toda a comunidade, de diferentes formas.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *