Cultura, Matosinhos

Coleção de Serralves em Matosinhos

A primeira exposição do ano, na Galeria Municipal, conta com obras escultóricas de Alfredo Queiroz Ribeiro, Ângelo de Sousa, Armando Alves, Joaquim Vieira, João Machado, José Rodrigues, e Zulmiro de Carvalho, é já para o próximo dia 16 de Fevereiro, sábado, pelas 17h00, e apresentará uma exposição do acervo da Fundação de Serralves, intitulada “Escultura Abstrata dos anos 1960-70 na Coleção de Serralves”

 

Sobre esta exposição, e para desvendar um pouco daquilo que poderá visitar, a curadora Filipa Loureiro escreve “Todas as linguagens artísticas sofreram uma dramática alteração de paradigma nos anos de 1960 e 1970. A escultura não foi exceção, colocando-se problemas que conduziram inclusive a uma crescente indefinição, que dura até hoje, daquilo que a pode definir. A presente exposição confronta-nos com algumas daquelas problemáticas, que em Portugal foram introduzidas por artistas em que, talvez pela primeira vez em décadas, se reconhecem influências de outros contextos que não o francês, nomeadamente da pop, do minimalismo e da arte conceptual de origem anglo-saxónica”.

 

A Galeria Municipal da Câmara Municipal de Matosinhos, inaugurada em 2005, é uma referência a nível nacional no mundo da arte contemporânea. Este equipamento, pensado e construído de raiz, apresenta-se como um espaço expositivo e de divulgação cultural privilegiado.

Até Dezembro de 2012 a Galeria recebeu já mais de 60 mil visitantes, que tiveram a oportunidade de apreciar exposições de muitos dos mais conceituados artistas plásticos portugueses contemporâneos, como foi o caso de Júlio Pomar, Ângelo de Sousa, Rui Sanches, Paulo Neves, Alberto Carneiro, Carlos Barreira, entre tantos outros.

A programação deste ano contará com algumas novidades, tanto mais que a aposta se direciona numa ótica de aproximação dos artistas e público, permitindo desta forma ampliar o debate crítico artístico entre ambos.

Este espaço terá, ao longo do ano, algumas surpresas, que a seu tempo serão convenientemente desvendadas.

O horário de funcionamento ao público é de 2ª a sexta  das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 e Sábado, das 15:00 às 18:00hs.

A exposição tem entrada gratuita, bem como a programação preparada pela equipa dos serviços  educativos da Câmara Municipal.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *