Sociedade, Torres Vedras, Turismo

Terça-Feira de Carnaval com Produtividade Máxima em Torres Vedras

DSC_0657Ao 5.º dia da edição 2013 do Carnaval de Torres Vedras, a energia dos foliões continuou em alta e cerca de 40 mil pessoas assistiram ao desfile de originalidade, sátira e espontaneidade que caracterizam este Carnaval.

Apesar de não haver tolerância de ponto neste dia, as ruas de Torres Vedras encheram-se de visitantes que participaram nesta grande festa e os desempregados do país que visitaram o corso não pagaram a entrada, uma vez que a Organização do Carnaval de Torres decidiu não cobrar bilhete aos desempregados que comprovassem a sua situação. Assim, à hora do fecho das bilheteiras, 300 desempregados entraram, gratuitamente, no corso que se realizou esta tarde.

 

Em Torres Vedras produz-se muito nesta terça-feira Gorda e prova disso foi o grande movimento sentido na Cidade, ao nível do comércio, restauração e hotelaria, com muitos visitantes a integrarem as dezenas de excursões organizadas que se realizaram ao Carnaval mais português de Portugal. Os torrienses trabalharam muito no sentido de saber-receber e proporcionar ao público um dia muito bem passado e divertido, cumprindo-se com grande sucesso a realização do tradicional corso de terça-feira.

Foram muitos milhares de pessoas a assistir ao desfile dos 8 carros alegóricos, de dezenas de grupos de mascarados organizados, de várias bandas de música do concelho de Torres Vedras, dos cabeçudos, dos Zés-Pereiras que marcam o ritmo com os seus bombos, das matrafonas torrienses e de muitos foliões que fizeram questão de se juntar. Neste Carnaval todos foram “protagonistas” desta festa, todos se divertiram, não havendo separação entre atores e espetadores.

 

Mas o Carnaval de Torres Vedras não terminou hoje. Amanhã, dia 13 de fevereiro, terá lugar o Enterro do Entrudo, que marca o final do evento. A partir das 21h00, arranca o “cortejo fúnebre” com muitas carpideiras a chorar o Entrudo. O cortejo inicia na Praça da República e segue, depois, para junto do Tribunal da Cidade. Terminados os habituais discursos, carregadinhos de sátira, e depois do “rebentamento do boneco” que simboliza o Entrudo, o fogo-de-artifício marca, definitivamente, o fim do Carnaval de Torres Vedras 2013 e, assim, o reinado de El-Rei Dom Koelhone Esfolado Intéaotutano e de Ela Dona Pinguinhas de Meigas Falinhas.

 

Até ao final do dia de hoje, participaram no Carnaval de Torres Vedras cerca de 300 mil pessoas.

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *