Sociedade, Trofa

Loja Social da Trofa de atendimento integrado ganha novo parceiro com entrada da Associação Muro de Abrigo

A Câmara Municipal da Trofa dispõe, na área do apoio social, uma valência pioneira a nível nacional, intitulado Loja Social, que resulta de um projeto conjunto de várias entidades e instituições.

 

Desta forma, este serviço nasceu de uma parceria entre a Autarquia Trofense, a Segurança Social, a Santa Casa da Misericórdia, a Cruz Vermelha e a ASAS (Associação de Solidariedade).

 

Assim, com o objetivo de aumentar o número de instituições de solidariedade social que fazem parte do Atendimento Integrado da Loja Social, a Câmara Municipal da Trofa promove no próximo dia 26 de fevereiro, a Assinatura da Adenda ao Protocolo da Loja Social com a entrada da Associação Muro de Abrigo.

 

Esta cerimónia vai decorrer a 26 de fevereiro, pelas 10h30, na sala de reuniões da Loja Social, no Centro Comercial da Vinha, na Rua Conde S. Bento.

 

Com a assinatura desta Adenda, a Loja Social ganha um novo parceiro, ficando assim, a fazer parte deste projeto a ASAS, a Cruz Vermelha – delegação da Trofa, a Santa Casa da Misericórdia da Trofa, a Segurança Social e a Associação Muro de Abrigo.

 

A Loja Social da Trofa disponibiliza num só local o atendimento integrado a todos os utentes do Concelho. Este espaço único de respostas potencia, a criação de soluções mais adequadas aos problemas sociais, rentabilizando os recursos existentes, eliminando sobreposições de intervenção e permitindo um melhor planeamento dos serviços e celeridade dos mesmos.

 

Trata-se assim, de uma estrutura operativa de informação, intervenção e emergência social, assumindo-se como uma valência de atendimento e acompanhamento, constituída por três serviços específicos: atendimento integrado – responsável por todo o atendimento social aos munícipes Trofenses, sistema de informação – criação de uma base de dados de todos os recursos e respostas sociais existentes e emergência social – estrutura de operacionalização de meios para fazer face a situações de grave carência ou súbito e excecional agravamento das condições sociais da população Trofense.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *