Cultura, Marinha Grande

Exposição de Ana Reis no Museu Joaquim Correia na Marinha Grande

O Museu Joaquim Correia, situado no Largo 5 de Outubro, na Marinha Grande, inaugura a exposição “Mundos na mente”, de Ana Reis, no próximo dia 16 de fevereiro (sábado), pelas 16h00. A mostra ficará patente ao público até dia 30 de março.

 

Esta é mais uma mostra de pintura organizada pela Câmara Municipal da Marinha Grande, com o objetivo de difundir as artes plásticas. Desta vez, são apresentadas pinturas que materializam os pensamentos da artista que reconstroem a realidade.

 

Percurso da pintora

 

Ana Reis nasceu em Lisboa, em 1958. É licenciada em História pela Faculdade de Letras de Lisboa. Foi assistente de Investigação Científica da Fundação Calouste Gulbenkian, assistente estagiária na Faculdade de Letras de Lisboa- Departamento de História e professora do ensino básico e secundário. É mestre em Ciências da Educação.

 

Na área da pintura, o seu trabalho foi alvo de exibição nas seguintes exposições:

 

1991 |Exposição coletiva  “Pintores de Domingo” na S.N.B.A.

 

1993|Exposição coletiva  na Biblioteca Municipal  Marquesa de Cadaval, Almeirim

 

1993 | Exposição Coletiva “Salão de Outono”, no Centro Regional de Santarém

 

1998 | Exposição Coletiva na Galeria “ Roca” , Marinha Grande

 

2001 | Exposição na Biblioteca Afonso Lopes Vieira

 

2001 – Exposição no Arquivo Distrital de Leiria

 

2002 – Exposição no Bar “Alinhavar” , Leiria,

 

2003 – Exposição na Galeria de Exposições da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço.

 

2003 – Exposição na Galeria Beatrix*,Lisboa

 

2004 – Exposição na Galeria de Exposições da Câmara Municipal de Leiria, Edifício do Banco de Portugal.

 

2009 – Exposição na Galeria de Exposições da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço

 

A exposição “Mundos na mente” pode ser visitada no Museu Joaquim Correia, até 30 de março, de terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00.

 

Entradas livres

 

Até 7 de março, o Museu tem entradas gratuitas, na sequência da deliberação da Câmara Municipal devido ao falecimento do escultor Joaquim Correia, ocorrido a 6 de fevereiro, como forma de homenagear e divulgar a obra do escultor.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *