Cultura, Palmela

Exposição “Memórias do Tejo de Mestre Lenine em Palmela

Memórias do TejoEntre 16 de fevereiro e 13 de abril, a Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela apresenta “Memórias do Tejo”, uma exposição de pintura e maquetes navais de Mestre Lenine, organizada pela Câmara Municipal de Palmela.

Lenine Rodrigues nasceu em 1944, no Barreiro, onde ainda reside. O Tejo e os barcos que o atravessam são, desde sempre, uma paixão que procurou transpor para a sua obra. O artista emigrou para França em 1959, onde aprendeu a profissão de Torneiro-Mecânico. Mais tarde, frequentou a Escola de Belas Artes de Rouen e tirou um Curso de Desenho, na Escola ABC de Paris. O regresso a Portugal aconteceu em 1976, altura em que recomeçou a sua atividade profissional como Serralheiro Mecânico, sem nunca parar de desenhar ou de fazer os modelos de embarcações típicas, que guardava para si. A divulgação do seu trabalho só começou mais tarde, por iniciativa de amigos, que incentivaram a sua entrega plena à pintura e às artes.

A madeira, a tela e a prata são matérias-primas de eleição para o artista, que conta, no seu currículo, com diversas participações em exposições, no país e no estrangeiro, e marca presença em dezenas de coleções particulares.

 

Fadistas Jorge Fernando e José Manuel Barreto atuam na inauguração

 

A abertura da exposição “Memórias do Tejo”, na Galeria da Biblioteca Municipal de Palmela, é assinalada no dia 16 de fevereiro, sexta-feira, às 17 horas, com um momento musical que contará com as participações dos fadistas José Manuel Barreto e Jorge Fernando, que acompanhará, também, à viola.

Jorge Fernando lançou, em 2012, o seu 12º álbum de originais, intitulado “Chamam-lhe Fado”, que cruza o fado com outros géneros musicais. Guitarrista e compositor de Amália Rodrigues, ao longo de duas décadas, escreveu e produziu discos para vários fadistas das novas gerações, como Mariza, Camané ou Ana Moura.

Também José Manuel Barreto tem álbum novo. Chama-se “Fados” e é o terceiro trabalho a solo do fadista barreirense, com temas escritos, também, por Jorge Fernando, Mário Laginha e Custódio Castelo, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *