Felgueiras, Sociedade

Autarquia Felgueirense proporciona atividades que estimulam o exercício mental aos idosos

“No meu tempo … …” é o mote lançado pela Câmara Municipal de Felgueiras, através de uma ação dinamizada pela Biblioteca Municipal, no sentido de  proporcionar aos idosos atividades  que lhes permitam exercitar a mente.

 

Os jovens felgueirenses de outras décadas vão reviver os velhos tempos e relembrar algumas das principais atividades agrícolas desenvolvidas no concelho, como são o caso da produção do linho, do milho e do vinho.

A iniciativa que consiste na projeção de um documentário realiza-se  em lares e em Centros de Dia, à quinta-feira, e completa-se com três temas diferentes divididos por três trimestres do ano.

Algumas  sessões contarão com a presença de elementos que  participaram no filme documentário, que vêm partilhar a sua experiência e recordar outros tempos, juntamente com os idosos,  apelando  à sua memória e às   vivências da sua juventude

A vereadora da Coesão Social, Carla Meireles, realça que: “esta iniciativa complementa uma série de ações que a autarquia desenvolve no sentido de proporcionar diferentes atividades e de possibilitar uma maior dinâmica à vida dos idosos”.

A autarca especifica o objetivo da projeção dos documentários produzidos pela Câmara Municipal de Felgueiras. “Pretende-se, desta forma, reavivar a memória dos idosos e, a atividade em causa, servirá de alavanca para que eles relembrem e contem as suas experiencias, bem como, contos populares, lendas e canções, sentindo-se, desta forma, mais capazes e mais ricos devido às experiencias vividas. Ao mesmo tempo darão o seu contributo para que fiquemos a saber um pouco mais sobre as nossas raízes e a nossa cultura”, conclui.

Entre janeiro e março será exibida  a parte do documentário respeitante ao ciclo do linho e à exploração dos usos e costumes associados. Esta ação denomina-se, “No meu tempo… as voltas que o linho dava à vida!”.

De abril a junho será visionada a parte do filme documentário relacionado com o pão. A iniciativa intitulada “No meu tempo… do milho ao pão era uma animação!” retrata o ciclo do pão e a exploração dos usos e costumes associados dando especial enfase às canções.

De outubro a dezembro o tema é dedicado ao ciclo do vinho e à exploração dos usos e costumes associados, dando enfase aos provérbios. O desafio lançado para o desenvolvimento deste tema será: “No meu tempo… o vinho aquecia a alma e despertava paixões!”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *