Economia, Estarreja

Tensai emprega 300 trabalhadores em Estarreja

Em tempos difíceis, desponta um caso de sucesso. Atualmente com 306 postos de trabalho na fábrica de Estarreja, o dobro do previsto inicialmente, a Tensai prepara-se para investir em Moçambique, onde em 2013 irá iniciar a construção de uma unidade fabril semelhante à instalada no Eco Parque Empresarial. A Tensai produz diariamente 1200 unidades de frigoríficos e outros equipamentos de frio que são exportados de Estarreja para todo o mundo.

 

Em dois anos, a empresa conseguiu duplicar o número de trabalhadores em funções nas instalações estarrejenses. “Na altura da abertura, os objetivos que tínhamos estabelecido com a Câmara Municipal eram de 150 postos de trabalho. Sabíamos que iam ser ultrapassados, mas nunca pensamos que chegasse a tanto. Felizmente neste país em que tudo é miséria, esta é uma exceção à regra. Temos mais de 300 pessoas e continuamos fortes e com encomendas suficientes para continuar com esse nível de trabalhadores”, adianta o presidente da Tensai, João Preto.

 

A unidade local abriu as portas em 2010 e 2012 fica marcado como sendo o ano de pleno funcionamento. “Tem sido um ano extraordinariamente bom, estamos quase na capacidade máxima da fábrica”.

 

A empresa familiar portuguesa dedicada à produção de frigoríficos e outros equipamentos de frio exporta mais de 90% da sua produção para 57 países, o que “faz de nós a empresa com a pujança que temos”, sublinha João Preto. As vendas ressentiram-se no mercado europeu, designadamente em Espanha e França, contudo os países árabes, africanos e até asiáticos constituem o mercado de excelência da Tensai que domina 47% do mercado nacional.

 

A produção diária situa-se nas 1200 unidades, de várias marcas portuguesas, e haverá novidades no próximo ano, anuncia João Preto, referindo-se à criação de “uma terceira linha”. A empresa prevê iniciar em 2013 a produção de equipamentos profissionais, aumentando para um total de 1500 unidades por dia.

 

 

Futura unidade de Moçambique terá tecnologia de Estarreja

 

João Preto anuncia a entrada em Moçambique, partindo em busca de um novo mercado com 250 milhões potenciais consumidores. O empresário deslocou-se em novembro ao país da África Austral onde reuniu com o governo para fechar o acordo com vista à instalação de uma fábrica em zona franca, estando assegurada a “isenção total de impostos”.

 

A construção vai ter início em 2013 prevendo-se a abertura em 2014. Uma operação que envolverá um investimento superior a 20 milhões de euros e criará 300 postos de trabalho. “Queremos levar um produto de qualidade europeu e tecnologia de alta qualidade”, explica João Preto salientando que a unidade a construir será similar à existente no concelho de Estarreja e irá depender tecnologicamente da fábrica do Eco Parque Empresarial.

 

A Tensai Indústria, S.A. está em Estarreja desde 2010, tendo investido 22,6 milhões de euros, nascendo da fusão de duas fábricas localizadas em Aveiro e Trofa. A Tensai é a 4ª maior empresa do concelho estando entre as 100 melhores do distrito de Aveiro, com um volume de negócios de 23.506.376,00 € (dados de 2010 de acordo com um estudo da Coface Serviços Portugal publicado no Diário de Aveiro).

 

 

Website Eco Parque http://ecoparque.cm-estarreja.pt/

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *