Cultura, Odivelas

Exposição de Pintura «357» em Odivelas

Está patente desde o passado dia 13 de Dezembro, a Exposição de Pintura «357», da autoria do artista Marco Ayres.

 

A exposição, anteriormente realizada na Galeria Art Lounge, mostra uma série de 40 trabalhos do artista, com cerca de 10 sequências de várias cores e tons e outros trabalhos mais recentes.

A ideia destas sequências não consiste apenas em fazer conjugar as 40 telas entre si. O todo faz parte de uma base para um outro todo que será trabalhado posteriormente.

Marco Ayres ao denominar a exposição por 357, está também a definir 3 configurações necessárias para que a máxima hermética se imponha e se perpetue para o infinito.

Sendo assim, o número 3 representa o resultado entre duas telas que se conjugam entre sim. O número 5, o resultado entre três telas, e finalmente os dois pontos finais que revelam o 7. Este por sua vez impõe a máxima hermética. Este triângulo feito pelos números 357 também representa os 3 planos: Divino, Humano, Material e também os elementos Fogo, Água e Terra.

No entanto ressalta aqui a dúvida da quarta tela. Qual a importância dela? De facto ela não é nada mais do que a informação necessária para transmutar de um mundo para o outro. Sendo ela um elemento ar, é ela que interfere no elemento “comunicação”. É ela que passa a palavra e é ela que retém a palavra.

357 é apenas a fórmula para atingir a Materialização e fazer germinar todas as ideias necessárias para transmutar o Projeto Genoma Artístico.

Baralhado? Curioso?

O melhor mesmo é não perder a Exposição, no Centro de Exposição de Odivelas e confirmar com os seus próprios olhos.

Sobre Marco Ayres…nasceu em Moçambique em 1972 e começou a encarar as Artes Plásticas desde muito cedo por influência do seu bisavô Frederico Ayres e do tio João Ayres, também artistas plásticos. Licenciou-se em Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa e desde então tem vindo a expor o seu trabalho em território nacional e internacional.

Marco Ayres tem vindo a desenvolver diversos projetos com a Câmara Municipal, de onde destacamos o mural acerca das comemorações dos 750 anos do nascimento do Rei D. Dinis, no muro da Rodoviária, que realizou em Julho do ano corrente.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *