Lamego, Sociedade

Comissão Europeia prolonga Europe Direct em Lamego mais cinco anos

A Comissão Europeia aprovou a candidatura apresentada pela Câmara Municipal de Lamego que permitirá continuar a acolher até 2017 um centro de informação Europe Direct. Este organismo oficial de informação europeia encontra-se aberto ao público, desde 2009, no interior da Loja Ponto Já e constitui um ponto de encontro entre a União Europeia e os seus cidadãos que podem aceder neste local a informações, orientações e respostas a questões sobre as instituições comunitárias, legislação, políticas, programas e possibilidades de financiamento da União.

Findo o processo de avaliação das 58 propostas apresentadas, foi selecionado um conjunto 18 candidaturas, entre as quais a do Município de Lamego, que beneficiarão de uma subvenção comunitária à atividade do próximo ano, num montante máximo de 24.500€.

Desde a sua criação, o centro Europe Direct intermedia, a nível local e regional, a relação entre os munícipes e as entidades representativas da sociedade civil com a União Europeia. Em concreto, promove a realização de conferências, exposições, debates, ações de voluntariado, concursos junto das escolas e a celebração de efemérides. O leque de iniciativas por si organizadas também se estende ao apoio à realização da Montra de Oportunidades do Município de Lamego, a maior feira regional de divulgação de oportunidades de formação e requalificação para os recém-licenciados e profissionais no ativo, para além da disponibilização de diversa informação online e da elaboração e divulgação de boletins e artigos informativos. A juntar a isto, durante os primeiros quatro anos de atividade impulsionou a realização de visitas de trabalho a Bruxelas por parte de delegações da cidade de Lamego permitindo a todos os presentes aprofundarem o seu conhecimento sobre a estrutura e o funcionamento da Comissão Europeia, através de uma participação ativa e empenhada.

Satisfeito com a decisão de prolongar o tempo de vida do Centro Europe Direct local, o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Francisco Lopes, elogia o trabalho desenvolvido por esta estrutura, sublinhando que “foi uma atitude acertada abrir em Lamego um canal de informação e contacto com a União Europeia”: “Permite o desenvolvimento de iniciativas e dinâmicas que constituem instrumentos para informar os lamecenses sobre a União, em particular sobre os seus direitos, e ainda as prioridades deste bloco de países, nomeadamente os objetivos inscritos na estratégia Europa 2020 para um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo”.

Margarida Marques, anterior Chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal, também já reconheceu que “a criação deste centro superou as expetativas iniciais e, como tal, a aprovação da sua candidatura foi uma aposta certa”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *