Mercado

Singularidade e dinamismo marcaram PROJECTO CASA 2012

Uns elegeram o “Urban Market” que a Portugal Lovers embrulhou – junto com as artes e ofícios de cerca de 50 criadores e designers – em mais de quatro mil grades de cerveja e quase dois mil metros de rede. Outros só tiveram olhinhos para a praça de cartão que a Oupas! Design dobrou e desdobrou até nela (re)ver um ou vários Portos. Houve até quem, ao contar uma vintena de contentores marítimos transformados em espaços expositivos, se questionasse se a conjuntura de austeridade e a greve dos estivadores não estariam a passar das marcas!… Mas não. E tanto a Modal como o gabinete de arquitetura de Carlos Prata mostraram que não, ao juntarem o melhor de 20 empresas portuguesas na edificação e recheio de 200 metros quadrados de um apartamento simulado, que deixou algumas paredes “inacabadas” para mostrar de que é feita a qualidade.

Mas estes foram apenas alguns dos muitos marcos da 3.ª edição do PROJECTO CASA – Evento de Arquitetura e Design, que 10.368 visitaram e puderam constatar, ao mesmo tempo que tomavam pulso ao trabalho de dezenas de gabinetes de arquitetura que participaram no acontecimento. Empresas e entidades expositoras foram cerca de 120.

A organização, a cargo da EXPONOR, com a colaboração da Ordem dos Arquitetos – Secção Regional Norte, faz um balanço positivo e destaca a singularidade da feira.

«Os visitantes puderam comprovar os atributos do certame e, tanto quanto nos foi dado a observar, ficaram satisfeitos com a diversidade de iniciativas apresentadas. As manifestações complementares ao evento e as conferências registaram uma afluência assinalável. A bienal voltou a marcar pela diferença, pela inovação e pela excelência das propostas apresentadas. E houve igualmente tempo para promover os negócios de várias áreas profissionais ligadas às indústrias criativas. Foram quatro dias bastante dinâmicos», conclui Carla Maia, diretora do PROJECTO CASA 2012.

Transposto o terceiro degrau da mostra, a Feira Internacional do Porto começa já a pensar no quarto.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *