Cultura, Palmela

Colóquio Internacional discute representação cultural do vinho em Palmela

No dia 15 de dezembro, a Biblioteca Municipal de Palmela recebe uma das sessões de trabalho inseridas no Colóquio Internacional “Nun Est Bibendum – Vinho, Identidades e Arte de Viver”, a decorrer entre 13 e 15 de dezembro, numa organização conjunta do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT) e do Instituto de Estudos Medievais (IEM) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e da Universidade Michel de Montaigne, de Bordéus, com o apoio da Câmara Municipal de Palmela.

A iniciativa insere-se num projeto sobre a representação cultural do vinho e da vinha em várias áreas do conhecimento, e pretende contribuir para a reflexão sobre os vinhos e identidades na relação direta com o quotidiano mas, também, com as imagens que o mundo vinícola foi produzindo, ao longo dos tempos. Os trabalhos irão desenvolver-se em torno do vinho e da vinha na tradição erudita ocidental, na tradição oral e popular, e no quotidiano dos indivíduos e do coletivo.

No dia 15, os participantes terão possibilidade de conhecer a história vitivinícola de Palmela, atual Cidade Europeia do Vinho, e a componente festiva que lhe está associada. O programa inclui, também, a apresentação do livro “B.I. do Vinho e da Vinha”, com a presença dos autores, Luís Correia de Sousa e Ivone Alves, e um programa social com prova de vinhos e produtos regionais e visitas a adegas.

As inscrições têm o valor de 20 euros para estudantes e de 50 euros para o público em geral, e devem ser efetuadas em http://iem.wufoo.com/forms/coloquio

 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *