Crato, Cultura

Comemorar a História do Crato

A vila do Crato viveu ao longo de séculos uma História que sempre se cruzou e influenciou a História de Portugal. Fazendo justiça ao lema do Município “Crato – Município com História”.

O ano de 2012 assume o caráter de um ano excecional de efemérides relacionadas com o Crato, que se comemora mobilizando as instituições, entidades e individualidades, afirmando a identidade e o orgulho coletivo do Crato:

– 780 anos do 1º Foral do Crato atribuído por D. Sancho II;

– 725 anos da Igreja Matriz do Crato;

– 500 anos da atribuição do Foral Novo do Crato por D. Manuel I;

– 350 anos da resistência do Crato às tropas de D. João de Áustria na Guerra da Restauração.

 

Desta forma, a Câmara Municipal do Crato comemora, em parceria com a Junta de Freguesia do Crato e Mártires, Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana e Militar de Malta, Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, Filarmónica do Crato e Escola Básica Integrada Prof.ª Ana Maria ferreira Gordo, de 1 a 8 de dezembro de 2012, as 4 datas da História do Crato com o seguinte programa:

 

Sábado, 1 de dezembro (Dia da Restauração)

14h | Desfile da Filarmónica do Crato, da Avenida da Liberdade à Praça dos Restauradores, em Lisboa, em representação do distrito de Portalegre, nas Comemorações

Nacionais do Dia da Restauração – 1º de Dezembro;

 

Domingo, 2 de dezembro

15h | Sessão Solene, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, presidida pelo Sr. Presidente da Câmara Municipal do Crato, Dr. João Teresa Ribeiro, seguida de

Homenagem às seis (6) Freguesias do Concelho – Aldeia da Mata, Crato e Mártires, Flor da Rosa, Gáfete, Monte da Pedra e Vale do Peso;

Conferência alusiva ao 1º Foral do Crato de D. Sancho II e ao Foral Novo de D. Manuel I, pelo D. Augusto de Albuquerque de Athayde, Conde de Albuquerque e

Presidente do Conselho e da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana e Militar de Malta e pelo Professor Doutor João Cosme da Universidade

de Lisboa (incluindo inauguração da exposição documental sobre os Forais na Biblioteca Municipal – Edifício da antiga cadeia do Crato);

17h | Visita ao Centro Histórico da Vila do Crato guiada pelos personagens de D. Manuel I e D. Leonor, recriados pelos alunos da Escola Básica Integrada Prof.ª Ana

Maria Ferreira Gordo (incluindo inauguração da exposição documental sobre os Forais na Biblioteca Municipal – Edifício da antiga cadeia do Crato);

18h | Concerto pelo Orfeão da Comenda na Igreja Matriz do Crato.

 

Segunda-feira, 3 de dezembro a quinta-feira, 6 de dezembro

Visitas comentadas ao Centro Histórico da Vila do Crato para os alunos das Escolas do Concelho

 

Sexta-feira, 7 de dezembro

21h | Inauguração da Exposição “Narrativa do nosso Universo” pintado por Eduardo Santos Neves;

Conferência alusiva ao Dia da Restauração, pelo Professor Doutor António Ventura (Universidade de Lisboa)  e Dr. José Ribeiro e Castro (Presidente do

Movimento 1º de Dezembro) sobre “O significado dos feriados nacionais como afirmação da identidade nacional no contexto europeu e o papel das datas

históricas para a afirmação da nossa identidade coletiva” no Mosteiro de Santa Maria da Flor da Rosa.

 

Sábado, 8 de dezembro

9h | Arruada pela Filarmónica do Crato;

11h | Inauguração do toponímia das Ruas José Joaquim da Conceição Lopes (“Zé Foguete”) e Dr. João do Carmo Dias, com o descerramento das respetivas placas

toponímicas;

15h | Missa Solene em Honra de N.ª Senhora da Conceição, Padroeira da Vila do Crato, presidida pelo Bispo de Portalegre e Castelo Branco, D. Antonino Dias

16h | Procissão de N.ª Senhora da Conceição com Guarda de Honra a cavalo da G.N.R;

17h | Descerramento da placa alusiva às Comemorações da História do Crato (780 anos do Foral do Crato, 500 anos do Foral Novo do Crato e 350 anos da resistência

da Vila do Crato às Tropas de D. João de Áustria na Guerra da Restauração) na fachada do edifício dos Paços do Concelho e dos 725 anos da Igreja Matriz do

Crato na sua fachada;

Seguido de concerto pelo Grupo Coral Millenium BCP, na Igreja Matriz,

18h | Dissertação sobre os 725 anos da Igreja Matriz do Crato pelo Dr. Mariano Cabaço;

21h | Concerto comemorativo N.ª Senhora da Conceição – Padroeira do Crato, pela Filarmónica do Crato com a apresentação de novos músicos, no Auditório José

Joaquim da Conceição Lopes.

 

Deste vasto legado patrimonial, feitos históricos e figuras ilustres, temos grandes acontecimentos e datas que não devemos ignorar e que contribuem para o melhor conhecimento da nossa identidade coletiva e consolidação da meória associada aos episódios que marcaram a vida de pessoas e consubstanciam os contextos e vivências do nosso passado comum.

Este passado honroso é motivo suficiente para congregar todos os cratenses no mesmo espírito de comemoração, enfrentando o futuro com mais ânimo e esperança.

Crato – Município com História

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *