Sociedade, Trofa

Câmara Municipal da Trofa distinguiu personalidades e instituições no dia do Município com Medalhas de Mérito e de Honra do Concelho

Para assinalar os 14 anos do Município da Trofa, a Câmara Municipal organizou um vasto programa, apostando na promoção dos valores locais e descentralizando os eventos, pelas diferentes freguesias.

 

O programa decorreu de 15 a 19 de novembro e teve como ponto alto, o Dia do Municipio, Feriado Municipal, que começou com a cerimónia do Hastear das Bandeiras, no edifício sede da Câmara Municipal da Trofa, contando com a colaboração do Grupo de Escuteiros de Alvarelhos, da Fanfarra de Alvarelhos e da FNA de São Martinho de Bougado.

 

Durante a tarde, a atenção centrou-se na Sessão Solene evocativa do aniversário, que decorreu no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários da Trofa, e foi escolhida pela Câmara Municipal da Trofa para distinguir e homenagear várias figuras e instituições Trofenses que se destacaram em áreas como o desporto, a cultura, o voluntariado, a ciência e o empreendedorismo, reconhecendo assim, publicamente o seu mérito e o seu esforço.

 

Ao nível das figuras que se destacaram na área do desporto, a Câmara Municipal da Trofa reconheceu com a Medalha de Mérito Desportivo – Grau Ouro, as atletas Andreia Rodrigues, Elsa Maia e Deolinda Oliveira, o ciclista Celestino Pinho, o Clube Slotcar da Trofa e os praticantes de kickboxe Diogo Freitas, João Paulo Silva e Tiago André Silva.

 

Já com a Medalha de Mérito Cultural – Grau Ouro, a Autarquia Trofense reconheceu o percurso nacional e internacional na música de António Ferreira dos Santos, do escultor Domingos Fonseca – De Velasco, bem como de Laura Campos, Maria Augusta Reis e Maria do Carmo Silva -“Miquinhas”, ligadas ao Folclore local, ainda do pintor Martinho Dias e do músico Ricardo Ramos.

 

Na mesma sessão foram atribuídas as Medalhas de Mérito Por Benemerência aos Bombeiros Carlos Martins e Simão Veloso, à voluntária Laurinda Martins e ao Conselho de Zona da Trofa das Conferências de S. Vicente de Paulo, neste órgão representando todas as conferências do Concelho.

 

A finalizar a imposição de medalhas de reconhecimento, a médica e investigadora Berta Sousa, a empresa Hospital Privado da Trofa, o designer de Moda Júlio Torcato, o médico José Dias Moreira Padrão e o padre Manuel Domingues foram agraciados com a Medalha de Honra do Concelho – Grau Ouro.

 

Esta atribuição de Medalhas Municipais teve por base o percurso, as ações e o trabalho desenvolvido pelos galardoados, que se notabilizaram de forma notória e persistente, tendo contribuído para o bem do Municipio, do País e do Mundo, demonstrando a sua excelência.

 

Foi assim, com grande emoção que todos os homenageados, ou os seus representantes, receberam estes galardões municipais, numa cerimónia que a Presidente da Câmara Municipal da Trofa, considerou “crucial como representativa do Concelho, pois a Trofa é hoje, também devido a todos estes grandes Trofenses, atletas, artistas, escultores, médicos, investigadores, compositores e empreendedores, um Concelho de causas e valores, um Município de cultura e de conhecimento, empreendedor e progressista, não prescindindo de ninguém para construir o Futuro – Um Futuro sustentável e solidário”.

 

Este ano, a Câmara Municipal dedicou a aniversário do Concelho à excelência, e por isso mesmo, a Edil Trofense deixou “a todos aqueles que, ao longo dos anos, trabalharam ativamente pelo progresso do Concelho, enfim, todos quantos dedicaram uma parte da sua vida à construção de uma Trofa melhor”, um público e sentido reconhecimento.

 

 

Em paralelo, a sessão solene contou ainda com a presença do comunicador, jornalista, escritor e diretor geral do Porto Canal, Júlio Magalhães que defendeu, na sua intervenção, “a grande importância das Autarquias e do Poder Local para o desenvolvimento e progresso do País. O convidado da sessão solene do 14º Aniversário revelou também, ser já um Trofense de coração, e sentir-se entre amigos, sempre que visita o Concelho.

 

O programa de comemorações do Feriado Municipal, terminou com a tradicional Vitela Assada, saboreada em ambiente de confraternização, por toda população ao som de música popular do Grupo Sons e Cantares do Ave

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *