Mercado

EXPONOR transforma PROJECTO CASA em “caixinha de surpresas”…

De uma edificação com adobes – a terra nua e crua – in loco, que recorre a técnicas ancestrais, a um moderno apartamento (simulado) de 200 metros quadrados, montado exclusivamente com materiais fabricados por conceituadas empresas portuguesas, e eis-nos perante o verso e o reverso da “caixinha de surpresas” que a EXPONOR – Feira Internacional do Porto tem em preparação, para mostrar de 6 a 9 de dezembro, durante o PROJECTO CASA – 3.º Evento de Arquitetura e Design.

O momento apresentar-se-á pródigo em novidades e evidenciará, a espaços, um “layout” marcado pela diferença. Irreverência, mesmo.

Ora vejamos: corredores pintados e ladeados por casas de papelão (até quatro metros de altura), a recriar edifícios do Porto e a aludir a histórias de amor de habitantes da cidade; contentores marítimos transformados (por designers e arquitetos) em “stands” de expositores; mostras variadas, ora de cadeiras personalizadas a pensar em individualidades conhecidas, ora de bonecos tridimensionais (em papel e cartão) que cruzam os universos da “street art” e da ilustração, ou, ainda, um “urban market” transformado em exposição e venda de produtos de criadores portugueses, sob o mote “Paixão pelo que é nosso”.

E até as artes do trabalho em fibras vegetais terão lugar, para ultrapassar a crise… com estilo! (Informação adicional disponível em www.projectocasa.exponor.pt)

Tudo isto –  e muito mais – serve de contorno à marca de água que a Organização da bienal procura incutir desde a sua génese: incorporar design, espelhar e ditar as tendências, evidenciar a qualidade e a inovação e, claro está, privilegiar a arquitetura. Ou não fosse o PROJECTO CASA o seu evento.

Daí que, com o envolvimento da Ordem dos Arquitetos – Secção Regional Norte (OASRN), 50 profissionais do setor, em “stands” individuais dentro de uma área maior (e esta dentro do próprio certame), voltem a expor os seus mais recentes trabalhos, promovendo a arte e a excelência do “métier”.

O mesmo se pode dizer, aliás, da colaboração da Associação Portuguesa de Designers, presente institucionalmente e por intermédio de vários profissionais, numa lógica de divulgação das respetivas credenciais.

Work in Progress desafia arquitetos e modula criatividade

Outra das iniciativas moldou-se em Prémio e ganhou a designação de “Work in Progress”. Nove empresas de materiais de construção fornecem os materiais. Depois, a forma é assunto de… arquiteto. Que procurará unir função e potencial pela cola da criatividade.

A iniciativa resulta de um desafio da OASRN aos seus profissionais e, pese embora se constitua como uma atividade complementar do PROJECTO CASA 2012, pretende funcionar como sementeira de propostas inovadoras para o mercado da habitação.

Africa Stone, Cinca, Forbo Revestimentos, Herkell – Eco Flames, Iberfibran, Maciça, Materfut, Polirigido Eco – Soluções para Conforto e Vidraria Taipas abrem mão dos produtos. Competirá posteriormente aos arquitetos idealizarem, com os materiais fornecidos, módulos individuais (de 2 X 2 metros) aplicáveis às habitações unifamiliares, ou multifamiliares, para um máximo de três das nove empresas participantes. Os projetos vencedores serão executados no(s) material(ais) comercializado(s) pelas firmas e expostos durante a feira da EXPONOR.

Mas o PROJECTO CASA é simultaneamente reflexão e debate. E, neste domínio, duas notas finais para outras tantas jornadas.

Primeiro, a que ocorrerá a 7 de dezembro, sob a forma de uma tertúlia que abordará  as próximas etapas da reabilitação do centro do Porto, sob dinamização da SWark, uma empresa de consultoria de arquitetura e avaliação imobiliária que está integrada no Pólo para as Indústrias Criativas do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (ver mais informação nos “Marcos do evento”, no final deste comunicado).

Um dia depois (8 de dezembro), das 15 às 18 horas, a plataforma portuguesa PassivHaus Zero Energy promove um seminário sob o mote «Casa e Energia – estratégias para a casa eficiente».

Confira de seguida aqueles que serão, pois, os…

 

… marcos do evento:

 

A CASA DOS PORTUGUESES 2012

Unir Portugal numa só casa e incentivar à produção e aquisição do que é nacional são os dois grandes pilares do projeto “A Casa dos Portugueses”, que resulta de uma parceria entre a Modal, o Gabinete de Arquitetura – Carlos Prata e a EXPONOR.

Um “stand” de 200m2, que simulará um apartamento, será a tela onde se desenhará um projeto habitacional com cabeça, tronco e membros, no qual todos os produtos utilizados são de empresas nacionais. Uma casa e um espaço ajardinado compõem o projeto arquitetónico idealizado, o qual reunirá algumas das mais fortes marcas portuguesas, do ramo da construção. Amorim, Gyptec, Sosoares, entre outros, de um total de cerca de 20 empresas, unir-se-ão com o objetivo comum de destacar alguns dos melhores materiais que se produzem e comercializam em Portugal.

Numa altura em que se noticia a descida do produto interno bruto português, designadamente pela falta de procura interna, urge destacar o que Portugal tem de melhor e reunir todos os esforços num projeto coletivo, que representa também um voto de confiança ao mercado nacional de um setor económico importante.

A “Casa dos Portugueses” estará aberta à curiosidade dos visitantes do PROJECTO CASA, que terão no espaço disponíveis representantes comerciais das firmas participantes, de modo a esclarecer dúvidas e partilhar contactos.

 

CONSTRUÇÃO EM TERRA

Depois de uma aprendizagem teórica superior e do aprofundamento prático em bio-arquitetura, dentro e fora do País, Ana Ruivo e Samuel Rodrigues meteram – literalmente – mãos na terra e desataram a fazer obra. A terra crua (adobes) é um notável e versátil material de construção, dizem. Fazem. E demonstram. Criaram o Sítio, uma cooperativa dedicada ao desenvolvimento de economias locais. Orientarão no PROJECTO CASA um “workshop” sobre a temática e exemplificarão in loco a polivalência da técnica de construção. À margem, instalarão também uma torre eólica na EXPONOR e abordarão, igualmente em “workshop”, as vantagens deste tipo de energia, capacitando os interessados para a autoconstrução de sistemas com o gerador que destacarão na iniciativa. «Foi desenvolvido para ser autoconstruído, recorrendo sempre a tecnologias simples e acessíveis, sem necessidade de especialização por parte de quem o constrói. E utiliza materiais comuns, sendo que alguns são comuns e outros reciclados, tornando esta uma solução barata e acessível», sublinham.

 

CREATIVITY IN A BOX

Alguns “stands” (a rondar a vintena) fugirão ao desenho definido e ocuparão contentores marítimos, adequadamente transformados por designers e arquitetos. Uma forma de quebrar conceitos, criar novos ambientes e promover a inovação.

 

AMORES DO PORTO, AMOR PELO PORTO

Um projeto da Oupas! Design, que recriará edifícios do centro do Porto (até aos 4 metros de altura), com a faculdade de nos transportar a lugares que deixa(ra)m saudades. A ideia usa o cartão para transmitir a atmosfera da cidade, de uma história que fica e que marca. A iniciativa pretende incorporar a alma dos Amores do Porto.

 

PORTUGAL LOVERS “URBAN MARKET”

“Paixão pelo que é nosso” é o tema de um “urban market” dinamizado pela Portugal Lovers, com o intuito de expor e vender produtos de criadores portugueses.

 

PAREDE DE PAPEL by Glam & Travis

Parede de Papel surgiu quando Glam (Catarina Monteiro) e Travis (Fábio Machado), que já pintam na rua há mais de 12 anos, decidiram interligar o universo da “street art” com o fascinante mundo da ilustração. O resultado foi uma série de bonecos em três dimensões, construído em cartão e papel, materiais muito versáteis e com potencial para adquirirem efeitos visuais à medida da criatividade dos autores.

«Assim que íamos dando vida às personagens através de muitos recortes e colagens, inventávamos nomes e histórias fictícias. Divertimo-nos a jogar com padrões e texturas e a aproveitar formas pré-existentes de caixas que fomos adquirindo de diversas formas. O resultado culminou nesta exposição, onde a imaginação do público é convidada a entrar em cena. Mas, é – sem dúvida – a interação que assume o papel principal», dizem os criadores.

 

“UMA CADEIRA PARA…”

Exercício desenvolvido pelos alunos do 1.º  Ano do Curso de Design de Produto, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, na unidade curricular de Introdução ao Projeto II, do ano letivo 2011/2012.

“Uma Cadeira para…” visa a conceção e materialização de uma cadeira para uma personalidade escolhida pelo aluno. Após encontrar uma cadeira que, por algum motivo, já não estivesse a cumprir a sua função, esta foi redesenhada, dando origem a uma nova cadeira. O trabalho assume, pois, um conceito de reutilização e reaproveitamento de um objeto existente, tendo por base a identificação de um alvo específico.

O resultado final deverá espelhar a essência da personalidade abordada e evidenciar um reflexo pessoal, crítico e interventivo do autor (aluno) sobre a vida, obra e influência da individualidade escolhida.

 

“A.MAG” FROM INSIDE

Exposição organizada pela revista A.MAG, uma publicação internacional técnica de arquitetura. A mostra evidenciará o “interior” da revista e os seus processos produtivos.

 

ARTES DE TRABALHO COM FIBRAS VEGETAIS

De uma parceria entre o Instituto do Emprego e Formação Profissional – Delegação Regional do Norte, a Portugal à Mão, a Agência Inova – Arte, Cultura e Indústrias Criativas e a Associação de Artesãos da Região Norte nasce esta iniciativa, também com reflexo no PROJECTO CASA 2012. Resulta numa intervenção na área do design, com recurso a matérias, saberes e tecnologias tradicionais, e visa um duplo (e ambicioso) objetivo: criar de emprego; e combater a desqualificação e/ou extinção de algumas artes e ofícios, renovando atividades – e todo um setor – através de olhares atuais, qualificados, ecologicamente responsavéis e de iniciativas empreendedoras e economicamente viáveis.

 

EXPOSIÇÃO, CONCURSO E CONFERÊNCIA

O portal “Espaço de Arquitectura” organiza três iniciativas durante o certame. Uma Exposição de Arquitetura, o concurso “Desafios Urbanos’11” e a conferência “Reabilitação Urbana – estratégias de atuação”, a qual decorrerá no dia 6 (quinta-feira), às 19 horas.

 

TERTÚLIA «REABILITAÇÃO DO PORTO: O FUTURO»

Primeiro, as coordenadas: que apontam para 7 de dezembro (sexta-feira dia), às 17 horas, na galeria circular da EXPONOR (entre os pavilhões 6 e 5). De seguida, a explicação que se impõe: no momento de incertezas em que vivemos, a reabilitação urbana afirma-se como um caminho consensual para um futuro melhor das nossas cidades e dos seus habitantes. Torna-se, por isso, essencial promover a discussão e a validação conjunta de ideias, que possam informar as decisões de cada pessoa, empresa ou entidade que, com as suas ações, contribui para dar forma a esse futuro.

Porque é à volta da mesa que as conversas fluem com mais naturalidade e se trocam espontaneamente experiências e opiniões, a SWark (que presta um serviço personalizado em exclusivo no Centro Histórico do Porto e na Zona de Intervenção Prioritária da Porto Vivo – SRU) recriará no PROJECTO CASA 2012 uma «atmosfera descontraída de tertúlia, onde, entre um copo de vinho e um café, todos podem participar na partilha e discussão das estratégias, projetos e sonhos que vão definir o futuro da Reabilitação no Porto».

 

SEMINÁRIO « CASA E ENERGIA – ESTRATÉGIAS PARA A CASA EFICIENTE»

Uma proposta da plataforma portuguesa PassivHaus Zero Energy, que decorrerá a 8 de dezembro (sábado), das 15 às 18 horas.

 

SERRALVES E AS INDÚSTRIAS CRIATIVAS PRESENTES

Serralves também marcará presença no PROJECTO CASA, prestando informações sobre a sua relação com as Indústrias Criativas, com destaque para: INSERRALVES, POPs – Projetos Originais Portugueses, Prémio Nacional Indústrias Criativas SUPER BOCK/SERRALVES e ADDICT – Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas.

No contexto do evento, Serralves dará também lugar ao 6.º Service Design Drinks Porto: um encontro que tem o objetivo de destacar a importância do “Service Design” para os negócios criativos. Consistirá numa reunião informal de pessoas de várias áreas, apaixonadas pelo design de serviços, que abordarão um tema e trocarão ideias, conhecimentos e contactos.

 

SÍNTESE:

PROJECTO CASA 2012 – 3.º Evento de Arquitetura e Design

Data: 6-9 Dezembro de 2012

Horário: das 14:00 às 22:00, nos dias 6 e 7; das 10:00 às 20:00, nos dias 8 e 9

Organização e local: EXPONOR – Feira Internacional do Porto (Leça da Palmeira – Matosinhos)

Periodicidade: bienal

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *