Baião, Educação

Centros escolares de S. M. do Zêzere e Ancede em Baião avançam a bom ritmo

O presidente e o vice-presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro e Paulo Pereira, visitaram a 7 de Novembro várias obras públicas executadas pela Câmara Municipal de Baião nas freguesias de Valadares, Viariz, Ancede e Santa Marinha do Zêzere.

A visita iniciou-se na freguesia de Valadares, onde está a ser executada a empreitada de alargamento e pavimentação de um caminho em Urgueira. Esta intervenção prevê a pavimentação de 1400 metros quadrados, destinada a “desencravar” o interior do lugar, representando um investimento total de 82 mil e 827 euros.

Na freguesia de Viariz os autarcas deslocaram-se ao lugar de Avezudes, onde as equipas de administração direta da autarquia executaram um muro de suporte.

Os autarcas fizeram ainda um ponto de situação das obras de construção dos Centros Escolares de Ancede e de Santa Marinha do Zêzere, que representam um investimento aproximado de 3 milhões e 313 euros, a que se somam 330 mil euros para a aquisição dos terrenos.

O Centro Escolar de Ancede vai dispor de 12 salas de aulas equipadas com quadros interativos e de três salas de aula para atividades de enriquecimento curricular. O edifício da escola vai possuir uma área administrativa, que para além das salas destinadas aos docentes e ao pessoal não docente, integrará salas de atendimento e uma enfermaria. Este equipamento integra ainda um salão polivalente e um centro para alunos com necessidades educativas especiais. A componente de recreio, associada a um polidesportivo de ar-livre, também não podia ser descurada.

O Centro Escolar de Santa Marinha do Zêzere vai contemplar 10 salas de aula. O edifício escolar ficará dotado de uma sala polivalente, de gabinete de acompanhamento psicológico, sala de Tecnologias de Informação e Comunicação, salas de reuniões e de professores e uma sala para alunos com necessidades educativas especiais e um espaço exterior para recreio.

Ambos os centros escolares irão beneficiar da utilização partilhada de infraestruturas como a cantina, o pavilhão desportivo e a biblioteca das Escolas EB 2,3 de Ancede e de Santa Marinha do Zêzere. Desse modo torna-se possível obter sinergias e uma maior rentabilização dos espaços públicos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *