S. João da Madeira, Tecnologia

Oliva Creative Factory vai abanar mentes para fomentar o pensamento criativo em S. João da Madeira

Como produzir ideias realmente novas e radicais? Como estimular a capacidade criativa dos indivíduos para ter um pensamento mais original e surpreendente? De que forma é possível a resolução criativa de problemas nas organizações? Dito de outra forma: como é que se pode ganhar mais dinheiro?

 

Porque acha que “abanar as mentes” é fundamental para obter respostas a estas perguntas, a Oliva Creative Factory – a incubadora de indústrias criativas que está a ser montada nas antigas instalações da Oliva, em S. João da Madeira –  promove o seu “Mindshake” de 15 a 17 de novembro no Museu da Chapelaria. São workshops, seis, que vão dar que falar e que pensar.

 

Na semana global do empreendedorismo – uma iniciativa da Fundação Kauffman, comemorada em 136 países – a Oliva Creative Factory reuniu para este encontro uma equipa de especialistas no desenvolvimento de competências pessoais ligadas ao empreendedorismo. Katja Tschimmel, docente na Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos (ESAD), doutorada em Design e mestre em Criatividade Aplicada; ou Tiago Barquinha,  com mestrado em Publicidade e Comunicação Empresarial pela ESIC Madrid (tendo de colaborar com marcas como a Buondi, Coca-cola, Fanta, Oni, Yorn, Vodafone, Optimus), são dois dos formadores que conduzirão um conjunto de experiências pensadas para exercitar a mente, estimular a criatividade e produzir ideias que possam ser aplicadas em qualquer empresa ou na criação de projetos inovadores.

A mentora do projeto, Suzana Menezes, que é a diretora-executiva da Oliva Creative Factory, acredita que ser empreendedor, ser criativo, ter sucesso ou ser inovador é, nos dias de hoje, quase uma palavra de ordem: “A produção de ideias está na nossa natureza. Somos seres pensantes, muitas vezes só necessitamos de uma pequena orientação e, claro!, de um incentivo”, afirma.

Através da organização destes workshops a Oliva Creative Factory proporcionará a administradores e gestores, marketeers, empreendedores, futuros empresários, professores, e a todos aqueles que pretendam desenvolver as capacidades do pensamento criativo, a oportunidade de desenvolver estas capacidades. E os formadores fornecerão, também, as competências necessárias para colocar em prática modelos estratégicos criativos.

O resultado dos três dias de trabalho serão ideias para novos negócios, produtos ou serviços. É a Oliva Creative Factory a começar a mexer.

 




 

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *