Estremoz, Sociedade

Arcos, Estremoz, já tem parque de recreio intergerações

No passado dia 3 de novembro foi inaugurado e aberto ao público o Parque de Recreio Intergerações, na Urbanização da Quinta das Pedras em Arcos.

Na cerimónia estiveram presentes o Presidente da Câmara, Luís Mourinha, o Presidente da Junta de Freguesia de Arcos, António Maria Broa, várias entidades locais e muitos habitantes da Freguesia de Arcos.

O Presidente da Junta agradeceu o apoio do Município na concretização desta obra, apelando à população para que utilize, aproveite e respeite este novo espaço de recreio e lazer da Freguesia.

O Presidente da Câmara enalteceu o facto do projeto só ter sido possível realizar graças à boa relação que sempre tem existido entre as duas instituições envolvidas, salientando que um dos objetivos do Município é a criação de melhores condições de vida para as populações das freguesias rurais.

O Parque de Recreio Intergerações de Arcos foi projetado recorrendo a recursos técnicos municipais e a obra foi executada pela Junta de Freguesia, através de um protocolo de apoio celebrado com o Município de Estremoz, representando um investimento de cerca de 40.000 euros.

Trata-se de uma intervenção que teve como principal objetivo requalificar um espaço obsoleto, inicialmente pavimentado com betuminoso e que servia apenas como espaço de ligação entre o Bairro da Quinta das Pedras e a Rua da Estação.

Com esta obra, o espaço foi ordenado de forma a permitir manter a funcionalidade inicial de ligação entre arruamentos, ao mesmo tempo que permite a utilização recreativa e a estadia por parte de crianças, pais e avós, uma vez que possui quatro equipamentos de recreio infantil e outros quatro para a prática de exercício físico ao ar livre.

A introdução de vegetação resistente às nossas condições edafo-climáticas permitirá um menor gasto de água para rega e confere ao novo espaço uma maior frescura e variação cromática ao longo do ano.

Privilegiou-se ainda a utilização do mármore como material de construção das floreiras/bancos e outros elementos construídos, no seguimento da política e estratégia do Município que pretende dinamizar a economia local, através da promoção das potencialidades endógenas do Concelho.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *