Saúde

Nefropatia Diabética é a principal causa de insuficiência renal

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Diabetes, a Sociedade Portuguesa de Nefrologia alerta para a prevalência da diabetes nos doentes renais, sendo que quase 50% dos diabéticos de tipo 1 e entre 10% a 20% dos diabéticos de tipo 2 desenvolvem nefropatia diabética.

De acordo com o Presidente da Sociedade Portuguesa de Nefrologia, Fernando Nolasco “A nefropatia diabética é uma das complicações mais temidas pelos doentes com diabetes tipo 1 e diabetes tipo 2. Esta doença renal, que resulta das lesões que a diabetes provoca nos rins, evolui em muitos casos para a insuficiência renal crónica”. E acrescenta que “nos últimos anos houve um incremento do número de casos de nefropatia diabética, fruto de melhores cuidados de saúde que resultam numa maior esperança de vida dos doentes e num aumento do número de doentes em estadio terminal, onde o tratamento passa por diálise ou transplantação renal”.

Para tentar prevenir a nefropatia diabética, e dado que a doença não revela sintomas, os doentes devem ter um controlo muito rigoroso da glicemia e da tensão arterial.

Em Portugal, estima-se que 800 mil pessoas sofram de doença renal crónica. A progressão da doença é muitas vezes silenciosa, o que leva o doente a recorrer ao médico tardiamente, já sem qualquer possibilidade de recuperação.

Todos os anos surgem mais de 2 mil novos casos de doentes em falência renal. Em Portugal existem actualmente 16 mil doentes em tratamento substitutivo da função renal (cerca de 2/3 em diálise e 1/3 já transplantados), e cerca 2 mil aguardam em lista de espera a possibilidade de um transplante renal.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *