Ansião, Sociedade

Ansião tem a melhor água para consumo público do País

O presidente da câmara Municipal de Ansião, Dr. Rui Rocha, recebeu esta quarta-feira, 17 de Outubro, em Oeiras, das mãos do secretário de estado do ambiente e ordenamento do território, Dr. Pedro Afonso de Paulo, o prémio nacional pela qualidade da água para consumo público, atribuído pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos e pelo jornal “Água & Ambiente”. Esta cerimónia coincidiu com o encerramento da sétima Expo Conferência da Água.

 

Sendo apenas a sexta edição deste prémio, a distinção do município de Ansião foi justificada “pela consistência na manutenção de um elevado nível de desempenho desde o início do período de avaliação pela entidade reguladora, materializado em níveis de água segura sempre superiores a 98% desde 2004. Refira-se ainda que, desde 2008, a Câmara Municipal de Ansião atingiu o objetivo de 99% de água segura preconizado no Plano Estratégico de Abastecimento de Água e de Saneamento de Águas Residuais 2007-2013.”

 

Na sua intervenção, o Dr. Rui Rocha sublinhou que, com este prémio, o Município de Ansião viu reconhecido o seu esforço de melhoria contínua da qualidade da água que distribui, sublinhando no entanto não ser fácil obter este nível de qualidade. A Estação de Tratamento da Ribeira de Alge tem 21 anos de idade, a captação é superficial em poço drenante e o sistema de tratamento é do tipo convencional, mas com várias fases. Além da ETA, existem ao longo do sistema de adução duas estações intermédias de desinfecção, as quais foram implementadas há 4 anos, permitindo desde essa altura melhorar resultados. Na parte final da sua intervenção, o presidente da câmara municipal de Ansião reforçou o compromisso do município em fazer chegar a cada casa, cada comércio e cada empresa, água da melhor qualidade, reforçando também a educação ambiental, sensibilizando toda a população para o quanto a água é um bem precioso.

 

O Município de Ansião é a entidade gestora do sistema verticalizado responsável pelo abastecimento a 100% da sua população há mais de 15 anos, bem como à freguesia de Aguda do concelho de Figueiró dos Vinhos, apenas em alta à freguesia de Cumeeira, do concelho de Penela, e a três povoações do concelho de Soure. O sistema na sua globalidade abastece cerca de 16.000 habitantes, tendo uma extensão de conduta adutora de 34,5Km. Os caudais tratados rondam 1.250.000m3/ano e o caudal diário de ponta chega a 4.500m3. Um sistema gerido e operacionalizado, diariamente, por uma equipa de apenas 9 pessoas que, face aos resultados apresentados, é bom exemplo de gestão eficiente de recursos materiais e humanos. Além dos tratamentos realizados, implementou-se um sistema de monitorização e realização de análises, cumprindo-se o âmbito regulamentar do Plano de Controlo de Qualidade da Água, o que nos permite quinzenalmente ter dados paramétricos fiáveis do sistema. Como complemento promovem-se ainda semanalmente amostragens dos níveis de desinfecção existentes em vários pontos da rede de abastecimento. Além das análises promovidas pelo Município, o sistema é ainda monitorizado pela Administração Regional de Saúde do Centro.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *