Arouca, Cultura, Sociedade

«Ao Encontro da Semente» no Mosteiro de Arouca

Da semente à colheita, o percurso da planta é acompanhado de perto pelo agricultor. No decurso deste ciclo, há gestos, rituais, comemorações, tradições que devemos preservar. «Ao Encontro da Semente» é um encontro de saberes, que pretende preservar e divulgar este património, muito ligado à identidade arouquense. Numa organização conjunta da «Colher para semear» – Rede Portuguesa de Variedades Tradicionais e da Câmara Municipal de Arouca, o evento decorre de 9 a 11 de novembro, no Mosteiro de Arouca, com várias apresentações, debates e actividades culturais.

 

 

O «Ao Encontro Da Semente 2012» tem por objetivo, como em anos anteriores, expor o espólio vegetal agrícola tradicional ainda cultivado na região. Contudo, antes de chegarmos a este ponto, e durante o período em que decorreu o levantamento, tentou-se em primeiro lugar incentivar o seu granjeio junto dos agricultores, incutindo práticas de recolha de sementes como pilar principal na manutenção deste legado.

 

O próximo passo sugere que se demonstre a utilidade e benefícios destas variedades únicas, provocando a procura do seu consumo acostumado como forma mais lógica de preservar esta preciosa herança dos nossos antepassados mas também de a transmitir aos vindouros.

 

Entretanto, e como modo de evitar perdas irreversíveis destas variedades, sugeria-se a implementação de um campo de proteção à restante diversidade, um local onde todas possam ser observadas e requisitadas.

 

O mosteiro de Arouca deu o mote à agricultura na região, cuidando de vastas terras em seu redor e deixando evidência da propensão para esta atividade, refletida na fertilidade dos campos. A escolha deste grandioso monumento além do simbolismo que acarreta é o enquadramento perfeito para dignificar este levantamento.

 


Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *