Baião, Desporto

Motonáutica trouxe espetáculo à Albufeira da Pala em Baião

A Federação Portuguesa de Motonáutica, a Câmara Municipal de Baião e o Clube Náutico de Ribadouro, com a colaboração da Dolmen, CRL organizaram nos dias 29 e 30 de Setembro, na Albufeira da Pala, no rio Douro, o Grande Prémio de Baião, que incluiu uma ação de formação da Fórmula Futuro e a ultima etapa do Campeonato Nacional das classes F4 (catamarans) e T 850 (monocascos). Dez anos depois este evento assinalou o regresso da modalidade à zona da Pala, numa jornada que se traduziu num êxito desportivo e ficou marcada pelo numeroso público que assistiu ao decorrer das competições.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro, assinalou o arranque da prova dirigida aos mais jovens, a Fórmula Futuro e referiu que a autarquia está empenhada no desenvolvimento da Motonáutica no concelho. “Esta iniciativa reveste-se de grande interesse para o concelho de Baião porque atrai milhares de pessoas, o que permite a divulgação das potencialidades turísticas e paisagísticas do nosso município”, notou o autarca. José Luís Carneiro garantiu, ainda, que a autarquia irá apoiar o projeto de criação de uma escola de desportos náuticos, integrada no Clube Náutico de Ribadouro. A Federação Portuguesa de Motonáutica contribuiu para o arranque deste projeto com a cedência de duas embarcações que ficarão guardadas em Ribadouro.

O autarca marcou também presença na cerimónia de entrega de prémios referente à época transata. Nesse evento estiveram presentes o presidente do Clube Náutico de Ribadouro, Mário Sousa, o presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica, Mário Gonzaga, o presidente da Assembleia Municipal de Baião, José Pinho Silva e o vice-presidente da CM Baião, bem como diversos autarcas de freguesia e representantes de instituições concelhias. Outra das entidades parceiras no evento foi a Cooperativa Dolmen, que esteve representada pelo seu presidente Telmo Pinto, que acompanhou as provas realizadas a 30 de Setembro.

FORTE PARTICIPAÇÃO DE CONCORRENTES E DE PÚBLICO

As provas realizaram-se ao longo dos dias 29 e 30 de Setembro. O dia 29 ficou reservado para os mais jovens, entre os 8 e os 16 anos, que experimentaram a adrenalina de conduzir uma embarcação na “Fórmula Futuro”. Houve inscrições de jovens dos concelhos de Baião, Porto e Resende e de um elevado número de concorrentes do sexo feminino. Orientados por monitores da Federação Portuguesa de Motonáutica, os jovens ganharam o gosto pela modalidade, o que deixa antever que a modalidade irá ganhar muitos adeptos em Baião.

Houve ainda provas das categorias F4 e T850. No primeiro caso a vitória sorriu a Pedro Fortuna, que se sagrou campeão nacional daquela categoria. O pódio ficou fechado com as presenças de Paulo Raposo e de Eduardo Miranda. Saliente-se, ainda, a participação de um piloto da “terra”, Arnaldo Magalhães, que até ter sido obrigado a desistir na segunda manga por avaria tinha conseguido uma boa prestação.

Na categoria T 850 a classificação ordenou-se da seguinte forma: Tiago Évora, Luís Correia e a aniversariante Andreia Pereira em terceiro lugar. Esta vitória garantiu a Tiago Évora a conquista de mais um título de campeão nacional, que detém desde 2010.

O culminar do dia 30 deu-se com a consagração dos concorrentes, numa cerimónia realizada no Jardim da Pala, um espaço de lazer recentemente requalificado pela Câmara Municipal de Baião e onde se destacam, para além da proximidade com o rio Douro, elementos de natureza cultural alusivos ao escritor Alves Redol (autor do livro “Portomanso”) e aos barcos rebelos, que durante décadas constituíram um elemento de vital importância para a economia local.
Quem também compareceu em grande número foi o público, que preencheu as margens ribeirinhas de Baião e de Cinfães e trouxe um colorido especial a um fim-de-semana desportivo.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *