Póvoa de Varzim, Sociedade

Município da Póvoa de Varzim e Junta de Aver-o-Mar assinam protocolo em prol da comunidade

O Município da Póvoa de Varzim assinou, um protocolo com a Junta de Freguesia de Aver-o-Mar que estabelece a entrega, em regime de comodato, à freguesia, um imóvel destinado à instalação de serviços de caráter social.

Aires Pereira, Vice-Presidente da Câmara Municipal, explicou que o imóvel em causa (sito na Rua da Banda Musical da Póvoa de Varzim, n.º 29, na freguesia de Aver-o-Mar) encontrava-se entregue, em regime de comodato, à Administração Regional de Saúde do Norte desde 1997, sendo destinado à Unidade de Saúde de Aver-o-Mar.

Tendo em conta que este serviço foi encerrado, por decisão da ARS Norte, o Vice-Presidente afirmou que fazia todo o sentido que o espaço continuasse ao serviço da população de Aver-o-Mar e apurou junto do Presidente da Junta as necessidades da freguesia.

O Vice-Presidente comunicou que, tratando-se de uma zona carenciada e onde residem pessoas com dificuldade de mobilidade, faria todo o sentido criar um espaço para instalação de serviços de caráter social para dar resposta às carências dos averomarenses.

Aires Pereira afirmou que este protocolo resulta de um trabalho conjunto e confiança mútua em prol da comunidade de Aver-o-Mar, acrescentando que “vamos continuar a trabalhar em parceria como estamos na construção do cemitério de Aver-o-Mar e do Centro de Saúde que ficará concluído no próximo ano”.

Carlos Maçães, Presidente da Junta de Feguesia de Aver-o-Mar, disse que através deste protocolo um espaço que serviu, no passado, a população de Aver-o-Mar vai continuar a servir na área da ação social. Serão prestados serviços tais como, Apoio Psicológico, Apoio Jurídico e Serviços de Apoio ao tratamento de assuntos relacionados com pedidos de reformas e Segurança Social, uma vez que os gabinetes existentes no edifício Sede da Junta de Freguesia já não são suficientes para prestar um serviço com um mínimo de qualidade à população da Vila.

“Vamos descentralizar o serviço e dar resposta às necessidades dos cidadãos”, concluiu o Presidente da Junta.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *