Sociedade, Vila do Bispo

Programa de Conforto Habitacional para Pessoas Idosas em Vila do Bispo

O presidente e a vice-presidente da Câmara Municipal de Vila do Bispo, Adelino Soares e Rute Silva, visitaram, a 28 de setembro, na companhia da técnica do serviço de ação social e saúde da autarquia, Carla Barão, as obras realizadas nas seis habitações abrangidas pelo “Programa de Conforto Habitacional para Idosos”.

As intervenções que estão a ser executadas passam pela substituição das banheiras por polibans, a colocação de barras laterais para apoio, a construção de rampas de acesso a algumas casas de banho e a respetiva cobertura uma vez que algumas casas de banho são no exterior das habitações. A substituição de portas e janelas, a substituição de autoclismo e colocação de aquecimento nas casas de banho são outras das intervenções realizadas no âmbito daquele programa.

O programa abrange no total sete habitações situadas nas freguesias de Budens, Raposeira e Sagres. A sétima e última a intervir, cuja obra deverá ter inicio ainda esta semana, contempla a substituição do telhado da casa. De referir que as obras que estão a ser realizadas vão ao encontro do solicitado pelos proprietários das respetivas habitações.

Para a autarquia estas intervenções visam melhorar as condições básicas de habitabilidade das pessoas idosas do município, conferindo-lhes mais dignidade e conforto nas suas habitações, evitando assim o internamento em lares.

Nesta ação conjunta entre o Município e o Instituto de Segurança Social, este último suporta os encargos com os materiais necessários às intervenções, até um limite máximo de 3.500€ por habitação, sendo que a restantes verbas necessárias para concluir as obras, bem como a mão-de-obra ficam a cargo da autarquia Vila-bispense.

Recorde-se que o Programa Conforto Habitacional para Pessoas Idosas destina-se a pessoas com 65 ou mais anos, cujo rendimento mensal per capita seja igual ou inferior ao valor do indexante dos apoios sociais, desde que reúnam, cumulativamente, os seguintes requisitos: vivam em habitação própria que careça de qualificação em função da situação e necessidade em que se encontram; estejam a usufruir de serviços de apoio domiciliário ou cuja prestação destes serviços esteja dependente da qualificação habitacional, residam sozinhas ou em coabitação com outra(s) pessoa(s) idosa(s), menor(es) ou familiar(es) com deficiência.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *