Marinha Grande, Sociedade

Arquivistas estrangeiros visitaram Marinha Grande

Cerca de trinta investigadores / arquivistas de várias nacionalidades visitaram a Marinha Grande, no passado sábado, 22 de setembro, no âmbito da 43.ª Conferência Anual da IALHI (International Association of Labour History Institutions), realizada na Fundação Mário Soares, em Lisboa.

 

O programa foi iniciado com a visita à fábrica de vidro Favicri – Fábrica de Vidros e Cristais, Lda na qual puderam observar e ficar a conhecer todo o processo de fabrico de vidro.

 

Após esta visita, a comitiva deslocou-se para a Marinha Grande, onde foi recebida pela Vereadora Cidália Ferreira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Marinha Grande.

 

A autarca responsável pelo pelouro da cultura, lembrou que aqueles profissionais “são um precioso exemplo de como se mantém a história e a identidade dos povos, através do seu trabalho de historiadores e investigadores”.

 

Evocando a história Marinha Grande, ligada à indústria vidreira, salientou que “esta é uma terra de acolhimento que tem sabido receber pessoas vindas de todo o lado para aqui construírem a sua vida, melhorando a qualidade da mesma”.

 

Cidália Ferreira afirmou ainda que “é uma história de luta, de trabalho e desenvolvimento, que partindo da mata e do vidro, cresceu para outras áreas industriais, produzindo para além de belas peças, riqueza para o nosso país”.

 

Concluiu informando que “a área dos plásticos, mas sobretudo dos moldes, continua em crescimento, apesar da crise em que vivemos, garantindo ainda um certo bem-estar da população”.

 

Após a receção no Salão Nobre, seguiu-se uma visita ao Património Stephens e às antigas instalações da loja Jorgen Mortensen. A comitiva seguiu ao final da manhã para as Cortes, onde efetuou uma visita à Casa-Museu João Soares.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *