Lamego, Sociedade

Delegação de Lamego visita Bruxelas numa altura crucial para a Europa

A necessidade de alcançar os objetivos inscritos na estratégia Europa 2020 para um “crescimento inteligente, sustentável e inclusivo” e a vontade de conciliar os interesses dos 27 países da União Europeia (UE) através da geração de consensos foram as duas mensagens mais importantes transmitidas à delegação da cidade de Lamego que visitou a Comissão Europeia, de 20 a 22 de setembro. Liderada por António Carreira, vice-presidente da Câmara Municipal de Lamego, e por Margarida Duarte, vereadora do Juventude e Desporto, a comitiva constituída por 25 pessoas participou em diversas sessões de informação que abordaram algumas problemáticas atuais da UE: a arquitetura institucional e o processo de decisão política no seio da Comissão Europeia, os fundos estruturais e a política de coesão, a política de cultura e de educação e o programa Juventude em Movimento.

A visita a Bruxelas ocorreu numa altura crucial para o futuro da União que agrega 500 milhões de cidadãos. Num momento em que continua a estar em “crise social, mas igualmente em crise política e de confiança”, conforme alertou Durão Barroso, no início do mês, durante o seu discurso sobre o “Estado da União”, os europeus começam agora a debater a criação de um Pacto Decisivo que combine a necessidade de manter as economias de mercado social e, por outro lado, a necessidade de as reformar.

Esta estratégia visa obter a dimensão e a eficiência adequadas para que continue a ser um interveniente relevante na cena mundial, conforme foi explicado pelos eurodeputados José Manuel Fernandes e Correia de Campos durante a receção no Parlamento Europeu que tiveram o cuidado de conceder à comitiva de Lamego no primeiro dia da visita. Ambos destacaram a vontade dos países mais fortes de manterem a Europa unida e dos países mais vulneráveis de procederem a reformas com o objetivo de corrigir os problemas estruturais que impedem o seu desenvolvimento. Sobre esta matéria, recorde-se que Durão Barroso defendeu recentemente o aprofundamento da integração europeia, enfatizando a necessidade de evoluir no sentido de uma “federação de Estados-nações”.

A viagem a Bruxelas, a convite da Comissão Europeia, foi organizada pelo Centro de Informação Europe Direct de Lamego, permitindo a todos os presentes aprofundarem o seu conhecimento sobre a estrutura e o funcionamento da Comissão, através de uma participação ativa e empenhada. António Carreira acredita que esta visita de trabalho ajudou a difundir as vantagens do processo de construção europeia e a garantir a disponibilidade da comunicação social, das escolas e de outras instituições de, por sua vez, divulgarem esta informação na região. O vice-presidente da autarquia também considera benéfico para o futuro do Município de Lamego a informação recolhida sobre as linhas mestras do novo quadro financeiro de fundos comunitários disponíveis para Portugal entre 2014-2020.

O Centro de Informação Europe Direct tem o Município de Lamego como estrutura de acolhimento e é o único a funcionar no distrito de Viseu. Organismo oficial de informação europeia, pertence à segunda geração da rede de centros de informação à escala europeia e é um dos 15 centros deste género a operar a nível nacional. Margarida Marques, anterior chefe da Representação da Comissão Europeia em Portugal e oradora de uma sessão de informação que a delegação de Lamego teve a oportunidade de ouvir, sublinhou que a criação, em 2009, do Centro Europe Direct de Lamego superou as expetativas iniciais e, como tal, a aprovação da sua candidatura foi uma “aposta certa”.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *