Alcoutim, Sociedade

Novo quartel da G.N.R. de Alcoutim foi inaugurado no Dia do Município

O Dia do Município, primeiro dia da Festa de Alcoutim, foi marcado pela inauguração do novo quartel da GNR de Alcoutim. A cerimónia contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Dr. Miguel Macedo, do Comandante-Geral da G.N.R., Tenente General Luís Newton Parreira, e do presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Dr. Francisco Amaral.

“Temos sabido aliar a preservação do património à inovação, ao desenvolvimento e à modernidade”, afirmou o presidente da autarquia alcouteneja, Dr. Francisco Amaral, referindo-se à recuperação do solar do século XVIII, novo quartel da GNR, que representa “uma aspiração de vários anos”. O autarca referiu-se também ao momento que o país atravessa, “uma conturbada conjuntura económica e social”, sublinhando a estável situação financeira da autarquia de Alcoutim, onde “soubemos definir objetivos, programa-los, sem preocupação de calendários eleitorais e, principalmente, devido ao estabelecimento de um rigoroso controlo financeiro”.

Na mesma ordem de ideias, o ministro da Administração Interna, Dr. Miguel Macedo, elogiou a Câmara Municipal de Alcoutim por nunca ter caído “na tentação de dar um passo mais largo do que a perna”, sublinhando que tal orientação financeira significa um enorme “sentido de responsabilidade para com o futuro”. Dr. Miguel Macedo teceu ainda duras críticas ao panorama político nacional, que classificou como esquizofrénico, “não deixa de ser espantoso que alguém, e alguns, que conduziram o país à situação de bancarrota, um ano depois estejam praticamente todos os dias nas televisões a explicar aos portugueses como é que se deve governar”.

A sessão inaugural foi ainda marcada por uma homenagem aos militares da G.N.R. que prestaram serviço no Posto Territorial de Alcoutim e pelo lançamento do livro “A casa do capitão-mor de Alcoutim – Subsídios para a sua história”.

O novo posto da GNR custou 671.011,03 euros, dividido entre a Câmara Municipal de Alcoutim (54%) e a Direção-Geral de Infraestruturas e Equipamentos do Ministério da Administração Interna (46%).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *