Mangualde, Sociedade

Exposição militar em Mangualde

O «Exercício Dragão 12», levado a cabo pela Brigada de Intervenção desde o dia 13 até ao próximo dia 21 de setembro, passa por Mangualde em diversos momentos, nomeadamente no desfile final onde participarão mais de mil militares e na exposição de equipamento militar, que está já patente no Largo Dr. Couto e no átrio da Câmara.

 

Assim, desde o passado sábado e até ao dia 20 de setembro, Mangualde acolhe no Largo Dr. Couto uma exposição militar de armamento e equipamento individual e coletivo, atualmente utilizados pelo Exército Português. Na cerimónia de inauguração da mostra, que decorreu no passado sábado pelas 10h00, estiveram presentes o Comando da Brigada de Intervenção, representado pelo 2.º Comandante da Brigada, Coronel Baía Afonso, o Comandante do Regimento de Infantaria de Viseu, Coronel Artur Brás, o responsável do Centro de Recrutamento de Viseu, Tenente Coronel Cerdeira, e o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

 

No Âmbito desta mostra, estão igualmente em exposição duas viaturas blindadas de rodas de transporte de pessoal – VBR PANDUR 8X8 – recentemente adquiridas pelo Exército, que poderão ser visitadas por quem o desejar e terão em permanência um especialista habilitado a responder a todas as perguntas relacionadas com a mesma.

 

A Torre Multiactividades está igualmente no local para oferecer, com todas as condições de segurança e a quem o desejar, uma experiência mais radical nas áreas do slide, rappel e parede de escalada.

 

Dentro das instalações da Câmara Municipal de Mangualde, no átrio principal e no espaço ocupado normalmente pelo Turismo, está ainda patente uma exposição/mostra de fotografias, guiões, manequins e outro material relacionado com a participação das Unidades da Brigada de Intervenção nos vários Teatros de Operações onde tem marcado presença nos últimos anos – KOSOVO, AFEGANISTÃO, IRAQUE, BOSNIA- HERZEGOVINA, LÍBANO, TIMOR, etc.

 

A cargo do Centro de Recrutamento de Viseu estará também presente um posto de divulgação, dos Regimes de Voluntariado, de Contrato e Quadros Permanentes, essencialmente vocacionado para os jovens que pretendam ou possam vir a servir no Exército português.

 

DESFILE MILITAR

21 de setembro, esta sexta-feira, pelas 18h00

Os mais de mil militares envolvidos irão participar num desfile militar no dia 21 de setembro, pelas 18h00, no centro da cidade de Mangualde (local da concentração popular). No desfile participarão ainda cerca de 200 viaturas do Exército Português. Para os devidos efeitos, a circulação rodoviária será condicionada no centro da cidade.

 

 

EXÉRCITO E SOCIEDADE CIVIL JUNTOS NO EXERCÍCIO

O exercício militar «Dragão 12» contará com a colaboração e o apoio de entidades civis locais. Num trabalho conjunto e de interação, diversos exercícios produzirão trabalhos em prol da comunidade como por exemplo alargamentos de caminhos e ruas e pintura de edifícios públicos numa ação concertada entre o exército e autarquia. O exército contará também com a valiosa colaboração de agentes locais na área da saúde. Médicos e enfermeiros locais juntar-se-ão ao exercício no apoio sanitário à população. Decorrerão ainda ações de sensibilização para população em domínios como a higiene oral, rastreios oftalmológicos e saúde geral.

«EXERCÍCIO DRAGÃO 12»

O «Exercício Dragão 12» tem como finalidade praticar o planeamento, o controlo e a conduta de operações táticas, associadas ao quadro das missões e tarefas passíveis de serem desempenhadas pela Brigada de Intervenção (BrigInt), tendo como referencial uma operação de imposição da paz, num ambiente operacional associado à conflitualidade multidimensional, complexa e assimétrica, procurando garantir ainda, a validação e certificação das forças que integraram o atual ciclo de treino operacional ao nível Brigada. No âmbito do exercício serão ainda exercitadas outras capacidades operacionais das Forças Armadas e do Exército, destacando-se a Companhia Geral CIMIC, com elementos dos três ramos das Forças Armadas, que irá exercitar todos os procedimentos ligados à cooperação civil-militar, empregando as capacidades militares presentes no exercício; a Companhia Defesa NBQ irá treinar os procedimentos de defesa Biológica e Química, nomeadamente sinalização e interdição de áreas contaminadas, exercitando simultaneamente a capacidade de reconhecimento e descontaminação e uma unidade de Saúde Militar que, no âmbito da saúde operacional, garantirá todo o apoio às forças presentes e, dentro das suas capacidades, prestará o apoio às populações locais, exercitando o seu emprego no conceito da cooperação civil-militar.

 

 

NESTE EXERCÍCIO NÃO SERÃO USADAS MUNIÇÕES OU FOGO REAL

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *